Home / Nordeste Guia Turismo / Rio Grande do Norte / Litoral Sul / Barra do Cunhaú é destino para quem curte esportes radicais e natureza

 
Barra do Cunhaú RN

Barra do Cunhaú RN

Barra do Cunhaú esta no município de Canguaretama e é muito procurada por famílias com crianças e por pessoas que estão em busca de sossego.

Mas, para quem quer agitação, à noite pode-se dar um “pulinho” na vizinha praia de Pipa que fica a apenas 8 km da Barra.

Cidade é berçário natural de peixes e crustáceos.

O passeio de barco pelo rio Curimataú une lazer e preservação ambiental.

Barra de Cunhaú, no Rio Grande do Norte, é o berçário natural de peixes e crustáceos e um paraíso dos esportes radicais. São 72 quilômetros de Natal até a cidade, indo pela BR-101.

mapa barra de cunhau RN

mapa barra de cunhau RN

Chegando na cidade, o visitante precisa fazer o passeio de barco pelo rio Curimataú. O passeio une lazer e preservação ambiental. A região é cercada por mangue. “O mangue é maravilho, está muito bem preservado”, diz a turista Márcia Fontana.

Quem quiser pode entrar no mangue, berçário natural dos caranguejos, para ver realmente como eles vivem.

O passeio segue até a Praia da Restinga. As águas mornas e calmas são perfeitas para relaxar ou se divertir em família. O passeio de buggy leva o visitante para conhecer praias da região.

Os restaurantes à beira mar são os mais procurados. O caranguejo ao molho de coco e a peixada com molho de camarão são os pratos mais pedidos.

 

A cidade também conta com uma boa estrutura de hospedagem.

Barra do Cunhaú também tem espaço para quem gosta de esportes radicais. O vento forte e constante praticamente o ano todo faz com que a cidade seja muito procurada pelos amantes do kitesurf.

O local é perfeito para quem quer radicalizar nas ondas ou simplesmente aproveitar a folga para admirar, sem pressa, as belezas do lugar.
Um lugar de paz e sossego

A primeira impressão de quem chega à entrada da Barra de Cunhaú é a de estar diante de uma enorme lagoa de água doce, em vez do Oceano Atlântico.

O rio Curimataú, protegido dos ventos, é tranqüila e quase sem ondas. São 5 quilômetros de dunas e praias por onde serpenteiam os rios Cunhaú e Catu, tendo ao fundo milhares de coqueiros.

Ali está também uma das jóias ecológicas do litoral potiguar: um grande manguezal funciona como um grande viveiro de ostras, caranguejos e outros animais marinhos. Nos arrecifes, pode-se pescar de vara ou de linha.

É possível fazer, de barco, um passeio com duas paradas: uma no manguezal e outra no “Outro Lado”, uma praia deserta onde, de um lado fica o rio e, do outro, o mar aberto.

Barra do Cunhaú foi descoberto por praticantes do Kite Surf.

De acordo com um kite surfista, “aqui se encontra um dos melhores ventos do Brasil para o kite surf” e isso está atraindo adeptos do esporte de todo Brasil, como também de outros países.

Os mais experientes se arriscam também no mar , onde as maiores ondas chegam a ter um metro e meio.

Origem de Barra do Cunhaú

Sobre a sua origem, conta-se que a Barra do Cunhaú originou-se com a construção de um Fortim por marinheiros que aqui se demoraram pelo encalhe do seu navio, para se abrigarem e se protegerem enquanto aguardavam o resgateEsse reduto foi atacado duas vezes, sendo a primeira em abril de 1634 e o segundo em outubro do mesmo ano.

Os atacantes empreenderam uma ofensiva rápida e violenta, tomando o forte na noite de 21 de outubro. Houve crueldades inomináveis e os despojos foram transportados para um barco que foi a pique ao sair da barra.

As ruínas do Fortim foram destruídas completamente pela ação do tempo e as águas do Atlântico.Barra do Cunhaú pertence ao município de Canguaretama, sendo seu primeiro núcleo de colonização, a aldeia Gramació, hoje o município de Vila Flor.

Segundo o historiador potiguar Câmara Cascudo, Cunhaú significa “lugar onde as moças bebem água”.

Praias em Barra do Cunhaú

Praia da Barrinha

Praia da Barrinha

Praia da Barrinha

O final da orla de Barra do Cunhaú é a Praia da Barrinha, onde o rio Catú se encontra com o mar. Do outro lado, Sibaúma, vila originada de um quilombo.

Na maré baixa, a ponta de areia fica à mostra, proporcionando banhos de sol em largas esteiras, saboreando frutos do mar e drinques exóticos, servidos pelas barracas locais.

Aprofundando-se no rio Catú, um manguezal se forma em suas escuras águas, para a manutenção e continuidade da vida de animais e plantas existentes naquele habitat.

O visual desse pedacinho abençoado é algo de tirar o fôlego, principalmente nos extremos do sol; quando amanhece ou ao iniciar o crepúsculo, a magia invade o local e o barulho das ondas adentrando as águas do Catú parecem uma sinfonia composta por Vivaldi.

Praia Boca da Barra

Praia Boca da Barra

Praia Boca da Barra

A Praia da Boca da Barra, além de radical e opção contumaz para os kitesurfistas, é o local de onde saem barcos menores e a balsa que leva turistas para a praia da Restinga. Antes, no braço de mar, águas calmas e limpas, preferidas por turistas da região.

Depois, ventos fortes, grandes ondas, mar aberto.

A caminhada, pela larga faixa de areia que cobre toda essa extensão, é obrigatória para quem ama contemplar a paisagem, que muda de cores, aromas e sensações a cada passo. Nessa caminhada, você chega à praia do Pontal, a maior de todas.

Praia do Pontal

Praia do Pontal

Praia do Pontal

Há quem relate que Cunhaú tem uma só praia.

Ledo engano, pois são várias e diferenciadas pelos detalhes grandiosos, os quais só a mãe-natureza pode explicar ou é capaz de fazer. Assim, nos deparamos com a Praia do Pontal, que se estende por 5 Km, tendo início na Boca da Barra e terminando na Barrinha, onde deságua o rio Catú, nos limites com Sibaúma, vilarejo pertencente ao município de Tibau do Sul.

Nela, grandes piscinas naturais, que apontam na maré baixa e fazem a alegria de turistas e suas famílias.

Banhos, mergulhos com ou sem snorkel, pesca de cima dos paredões rochosos que se erguem em frente ao mar bravio, protegendo a orla e transformando cada onda num espetáculo único.

A Praia do Pontal é, também, a praia onde está localizada a maioria das barracas de praia, dos restaurantes, dos hotéis, pousadas e casas de veraneio, além dos laboratórios para aprimoramento genético do camarão de cativeiro.

Um verdadeiro show de sabor, tranqüilidade e conforto é o que você vai encontrar na Praia do Pontal. Ah, é claro, e muito mar, também…

Praia do Braço de Mar

Logo na entrada de Barra do Cunhaú, você pode ver uma larga faixa de água que adentra a Mata Atlântica de um lado e forma um mangue, riquíssimo em sua fauna, do outro.

Muitos se confundem dizendo que aquele é o rio Cunhaú, porém, a verdade é que é um braço de mar, onde o rio Cunhaú deságua, fazendo trio com os rios Guaratuba e Curimataú, que também tem ali sua foz.

Esse braço de mar avança terra adentro por mais de 3 Km, quando encontra os três rios, sendo o Cunhaú o maior deles, formando, nessa mistura da água salgada com a doce, o manguezal.

Neste ecossistema, os turistas se deleitam quando os caiçaras retiram enormes caranguejos. O banho de lama do mangue também é uma tradição, pois é fato que os microorganismos ali depositados têm ação cosmética sobre a pele.

No lado oposto desta praia, água salgada e mansa, onde banhistas se deixam levar pela calma e de onde partem passeios de barco, lancha, jet-ski e caiaque, além, é claro, do kitesurf, o esporte da moda, que invade essa praia nos dias em que os ventos estão mais fortes.

A pesca esportiva também é uma opção, já que este braço de mar abriga centenas de espécies de peixe, como sardinhas, tainhas, robalos e xaréus, entre outros.

Kite Surf

As praias da região de Tibau do Sul, Pipa e Barra do Cunhaú, foram invadidas recentemente por enormes pipas coloridas que deram um charme especial às praias. Essas pipas são mais um esporte que encontrou no local condições perfeitas para a prática: o kitesurf.

Guia de Turismo e Viagem de Barra do Cunhaú RN

 
 

Deixe uma resposta

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: