Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Vale do São Francisco / A enocultura é a mais nova atração do Vale do São Francisco

 
EnoculturaPassear pelos vinhedos, participar da colheita da uva, conhecer de perto o preparo do vinho, visitar a cantina onde a bebida descansa em grandes barris de madeira.

Este roteiro, que há alguns anos só era possível em poucos países da Europa e no sul do país, agora pode ser feito sem sair da Bahia.

Situada no Vale do São Francisco, segundo pólo produtor do vinho nacional, a cidade de Juazeiro oferece roteiros de enogastronomia para um público diversificado, mas que tem em comum o gosto pela bebida e o desejo de conhecer de perto a vitivinicultura.

Aliando o enoturismo à gastronomia do sertão, o roteiro é a base de um novo segmento turístico que está sendo trabalhado pelo governo da Bahia, via Secretaria do Turismo e Bahiatursa.

O público-alvo está aberto para as novidades, um consumidor mais exigente e ciente da possibilidade de construir suas aventuras e vivenciar as suas próprias emoções, é o que o mercado chama de ‘dream society’, ou sociedade dos sonhos, uma nova onda de consumidores que devem deixar de lado os pacotes prontos para buscar opções mais de acordo com seus interesses e exigências.

Esta é a perspectiva da presidente da Bahiatursa, Emília Salvador Silva, expressada em sua palestra sobre o enoturismo na Wine Bahia 2007. Para ela, um grande desafio do gestor público é encontrar motivações que irão seduzir o turista.

“A diversificação de elementos é fundamental. Temos que estar antenados com as tendências do mercado”, disse, apostando na enogastronomia como um novo nicho do turismo baiano.

A terceira edição da Wine Bahia reuniu nos dias 14 e 15 deste mês, em Salvador, produtores e importadores de todo o Brasil, além dos que apreciam o vinho, com apoio da Secretaria do Turismo e Bahiatursa, que mostraram como a atividade turística tem sido uma forte aliada da enocultura em vários paises do mundo.

A intenção dos órgãos do governo é aproveitar o potencial do Vale do São Francisco para promover um novo segmento turístico, baseado na enogastronomia.

Mais de duas safras por ano

Fértil e ensolarada, com mais de duas safras de uva por ano, a região do São Francisco é o segundo maior pólo de vinhos no Brasil, responsável por 15% da produção nacional.

Conta com as águas do São Francisco e diversos atrativos naturais capazes de seduzir ainda mais o turista, já motivado pelo charme dos vinhedos e suas vinícolas, pelo processo de produção e pelo prazer de degustar o vinho in loco.

A riqueza da gastronomia típica do sertão é outro fator que vai necessariamente agregar valor aos roteiros, pois a bebida exige uma harmonização com os alimentos.

“Carnes de carneiro e bode combinam muito bem com o vinho”, disse a presidente da Bahiatursa, lembrando que há ótimos restaurantes em Juazeiro. Instalada na cidade, a vinícola Miolo se prepara para inaugurar, em agosto, um centro receptivo com local de degustação e boutique para venda de vinhos.

A iniciativa do Miolo Wine Group, que já está consolidado há anos na matriz de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, ajudará a captar o turista para a região baiana.

Em longo prazo, o grupo poderá implantar uma pousada para oferecer aos turistas a opção de ir a Juazeiro participar da colheita da uva e se hospedar dentro da própria vinícola.

Outros incentivos, como ampliar o número de vôos e reduzir o preço das tarifas aéreas, são considerados essenciais e estão sendo estimulados pela Secretaria do Turismo e Bahiatursa.

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: