Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Vale do São Francisco / As Sete Ilhas estão no município de Correntina no oeste da Bahia

 
Correntina na Bahia

Correntina na Bahia

Correntina é um município brasileiro do estado da Bahia.

Banhada pelos rios Correntina, Arrojado, Santo Antônio, Guará e Rio do Meio, todos de águas cristalinas, sendo o principal o rio Correntina, cujo leito corta o centro da cidade, onde está a Ilha do Ranchão, de encantos e magia, cartão postal da cidade, bastante visitada durante todo o ano e principalmente no período de carnaval.

Logo a 1.200 metros do centro da cidade há o arquipélago “Sete Ilhas” que é um pequeno ‘arquipélago’ é interligado por pontes de madeira, descrito como tendo uma beleza incomparável.

Além do banho na Sete Ilhas, os turistas também frequentam bastante o Ranchão, um balneário localizado às margens do rio Corrente.

Os outros rios banham quase todos os povoados do município, que impressionam pelas suas riquezas hídricas e naturais, como: Cachoeiras, Veredas, Paredões, Morros e Grutas.

Correntina é banhada pelo volumoso Rio Corrente, afluente do São Francisco, a região encanta pela beleza de uma natureza em eterno contraste pela diversidade de animais silvestres e as numerosas espécies de peixes, além das garças que costumam enfeitar o pôr-do-sol com seu balé aéreo.

Ilha do Ranchão

Ilha do Ranchão

O Vale do Rio Corrente é rota obrigatória para quem busca roteiros ecoturísticos.

Entre trekking em meio à mata cerrada, circuitos off-road e visita às cavernas, o visitante pode simplesmente relaxar nas belas praias fluviais, curtir a paisagem em passeios de barco, arriscar seu talento na pesca ou se aventurar na canoagem.

O seu patrimônio natural de Correntina é bastante significativo, reservando aos amantes da natureza, locais como a Ilha do Ranchão, as Sete Ilhas, a Ilha do Buriti, a Ilha do Despejo, o rio Arrojado, o rio Correntina, o rio do Meio, as cachoeiras da Zumba, do Sonrizal, de Manoel Mendes, do Catolés, as Grutas do Remanso e da Ponte Velha, complementadas por uma fauna e flora exuberantes.

 

Os municípios de Santa Maria da Vitória, São Félix do Coribe, Correntina e Santana, além da exuberante natureza, preservam traços arquitetônicos do colonial sertanejo e remetem o visitante aos hábitos e costumes do povo rural, em lugarejos onde a paz e o sossego fazem seu reinado.

Veja o mapa caminhos do Oeste

Corredeiras e Marimbus

As corredeiras do Rio Correntina e o arquipélago das Sete Ilhas dividem a paisagem com as veredas e marimbus.

Os terrenos encharcados, com vegetação rasteira e cercados por matas ciliares das veredas, contrastam com as águas cristalinas nas nascentes dos rios Correntina, do Meio, Arrojado e Guará, em meio à flora e fauna selvagens dos marimbus, revelando novos cenários do Oeste baiano.

As pedras, ao longo de todo leito, formam as corredeiras, ilhotas e piscinas naturais de águas calmas, ideais para banhos no Ranchão de Correntina; a principal área de lazer no perímetro urbano.

Aqui, o turista é bem recebido com uma pequena infra-estrutura de bar e quiosques em uma pequena ilha, ligada à margem esquerda por uma ponte para pedestres.

Na outra margem, as lavadeiras emprestam um colorido especial à paisagem, palco do tradicional Baile do Hawai, que antecede o Carnaval.

O arquipélago das Sete Ilhas – dos casais, dos Namorados, das Flores, dos Pássaros, das Crianças, da Melhor Idade, Ilha da Pesada  e a do Ranchão, localizada no centro da cidade.

Já na zona rural, a  lha da Pesada reserva variadas opções de banho em meio a trechos de uma intacta Mata Atlântica. Para ir de uma ilha a outra, basta atravessar a ponte.

Fora do arquipélago, a boa pedida para renovar as energias é o bar das Sete Ilhas, com serviços completos de bar e restaurante.

Passeio no Vale do Rio Corrente

Até chegar ao principal destino do passeio, Santa Maria da Vitória, o visitante terá que passar por uma grande e prazerosa aventura, cruzando as águas de dois belos rios.

O primeiro passo é fretar um barco em Bom Jesus da Lapa, percorrendo um longo trecho do “Velho Chico”, para em seguida, subir o caudaloso e cristalino Rio Corrente, num trajeto marcado por cenários belíssimos. A viagem dura quase um dia inteiro, à bordo de embarcações muito simples.

Em Santa Maria da Vitória, ele terá a opção de conhecer também, a cidade de São Felix do Coribe, já que as duas são separadas apenas por uma ponte. Na primeira, maior e mais antiga, a grande pedida é percorrer suas ruas, marcadas por uma grande beleza arquitetônica.

No Memorial Guarany, com grande freqüência, artistas emergentes da região se encontram para bons papos e apresentação de trabalhos bem interessantes.

As virtudes de São Félix do Coribe estão na sua boa infra-estrutura turística, que conta com hotéis e restaurantes de bom nível.

Partindo de qualquer uma destas cidades, ainda há a possibilidade de seguir viagem até encontro do Rio Formoso com o Rio das Éguas, culminando no Rio Correntina.

Uma outra opção é estender o passeio até as corredeiras do Jaborandi, que trazem consigo as belas cachoeiras do Saco Comprido e do Formoso.

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

Guia e Turismo e Viagem de Correntina na Bahia

 
 

Deixe uma resposta

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: