Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Costa dos Coqueiros / Costa dos Coqueiros é a exuberante Linha Verde

 

Costa dos CoqueirosCosta dos Coqueiros é a exuberante Linha Verde.

A Costa dos Coqueiros abrange os municípios de Camaçari, Conde, Entre Rios, Esplanada, Jandaíra, Lauro de Freitas e Mata de São João, é na Costa dos Coqueiros que se encontram a Praia do Forte, o Porto Sauípe e o Parque das Dunas em Mangue Seco.

Costa dos Coqueiros é atendida pelo Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, de onde se atinge a região pela via ecológica denominada Linha Verde, paralela ao litoral.

Costa dos Coqueiros é famosa pelos coqueirais, que adornam os quase 200 quilômetros de praias, além de rios, lagoas, pequenas cachoeiras e manguezais que ajudam a equilibrar a fauna marinha.

Veja o mapa Costa dos Coqueiros

Esta região conta com serviços de energia elétrica, água potável, saneamento e telecomunicações em diversas localidades.

A Praia do Forte esta no Marco zero da Linha Verde, distante 50 km do de Salvador. Lauro de Freitas localiza – se a 22 km de Salvador.

 

Mapa de Praias da Bahia

Denominou-se Costa dos Coqueiros a região do litoral da Bahia que margeia a chamada Estrada do Coco.

A Costa dos Coqueiros fica imediatamente ao norte da região da Baía de Todos os Santos, onde se localiza a capital Salvador.

No município de Mata de São João encontram-se importantes destinos turísticos da Bahia, como a praia de Imbassaí, a Praia do Forte e a Costa do Sauípe, que concentra o maior número de resorts de alto padrão do litoral brasileiro.

A Estrada do Coco (BA-099) foi construída no final dos anos 60, sendo a primeira rodovia ecológica do país; com aproximadamente 50 km, a rodovia tem início no Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães e segue rumo ao norte, cortando os municípios de Lauro de Freitas e Camaçari.

Em 1993, a rodovia foi estendida por mais quase 200 km, chegando até a divisa com Sergipe; esse trecho, também totalmente ecológico, foi batizado de Linha Verde.

A BA-099 (hoje operada por concessionária privada) desvendou áreas de belezas naturais ainda primitivas do Litoral Norte da Bahia.

O seu traçado permite a integração sócio-econômica de diversos municípios vizinhos, possibilitando o desenvolvimento da região, principalmente no segmento de lazer, com uma gama de equipamentos turísticos que facilitam aos visitantes explorar as belezas naturais como a flora, dunas e uma extensa malha hidrográfica.

As praias da Estrada do Coco proporcionam banhos de mar em águas calmas, quentes e quase sempre cercadas de quebra-mar natural.

Diversos locais contam também com lagoas, rios, formando paisagens deslumbrantes; fazem parte do conjunto de belezas naturais da região os rios Jacuípe, Pojuca e Joanes, sendo este ultimo ponto excelente para prática de esportes náuticos.

Pontos Turísticos da Costa dos Coqueiros

Uma viagem ao longo da Costa dos Coqueiros e da Linha Verde oferece, além das praias, inúmeras atrações culturais e ecológicas para os turistas.

Lauro de Freitas

Em Lauro de Freitas na Costa dos Coqueiros, não faltam opções de lazer para os turistas. Na cidade, existem belezas naturais diversas, com destaque para os centros de preservação e exploração do ecoturismo, que têm sido motivo de orgulho.

Lauro de Freitas

Lauro de Freitas

O incentivo à prática esportiva é referencial para toda a Bahia e, ao lado do turismo cultural, é também um dos maiores atrativos para os visitantes. Antiga Santo Amaro de Ipitanga, a cidade dispõe de equipamentos de lazer únicos em toda a Costa dos Coqueiros, como o Kártodromo Ayrton Senna, o Jockey Clube da Bahia e o Equus Clube do Cavalo.

Costa dos Coqueiros BAEm todas as épocas do ano, são comuns os campeonatos de surfe, windsurfe, vôlei, futebol de areia, vela, skateboarding, patins e mergulho. A pesca também tem seu espaço, principalmente nos rios Joanes e Ipitanga, que banham a sede municipal. De águas calmas, são navegáveis para embarcações de pequeno porte e excelentes para a prática de esportes náuticos.

As áreas de preservação fazem a alegria dos amantes da natureza. São basicamente quatro grandes parques concentrados na Área de Proteção Ambiental do Rio Joanes e em empreendimentos privados, também de caráter ecológico. A religiosidade é outro ponto forte.

O município tem uma das maiores concentrações de terreiros de candomblé da Bahia (são 66 instituições cadastradas, ao longo dos 93 km² de área), que, aliados aos rituais indígenas e às tradicionais caminhadas esotéricas nas praias, como a da Lua Cheia, dão o tom do sincretismo religioso local.

Praias de Lauro de Freitas

Praia de Ipitanga

Procurada inicialmente por suas boas ondas, Ipitanga tornou-se, em poucos anos, a praia mais badalada de toda a Grande Salvador. Localizada na exata divisa entre a capital e o município de Lauro de Freitas, Ipitanga, durante os fins de semana, fica lotada de visitantes. Tanta demanda se explica pela grande infra-estrutura local, que conta com pousadas, restaurantes e cabanas de praia bem sofisticadas. Além destes atributos, a praia é o grande “point” dos jovens, que costumam se instalar num pequeno trecho chamado de “Aleluia”. O banho é delicioso, já que em alguns pontos, surgem piscinas naturais de águas mornas.

Praia de Buraquinho

Suas areias são enfeitadas por coqueiros e formações rochosas bem interessantes. Na parte sul, o mar possui ondas fortes, sendo melhor para o banho durante a vazante da maré. Ao norte, encontra-se com a foz do Rio Joanes, num trecho de mar/rio excelente para boas manobras de jet-ski e passeios de caiaque. Como Buraquinho só entrou no circuito turístico a poucos anos, sua infra-estrutura ainda é pequena.

Vilas do Atlântico

Dentro de Lauro de Freitas, cerca de 5km após o Aeroporto Internacional de Salvador, está Vilas do Atlântico. Situada dentro de um condomínio fechado, com completa infra-estrutura e segurança, a bela praia, em seus 6 km de extensão, tem como marca maior seu vasto coqueiral e areias bastante alvas.

Seu sucesso explica-se não só por suas belezas, mas por ser ela, uma alternativa prática, para fugir da rotina atribulada da capital. Esta é Vilas do Atlântico, uma das praias mais procuradas do Litoral Norte, devido às variadas opções de lazer que oferece: surf, futebol de areia, vôlei, frescobol, além de muita sombra e água fresca.

Barracas bem equipadas servem desde os tradicionais tira-gostos praieiros (peixe frito, caranguejo, lambreta e caldos diversos) a pratos requintados da culinária internacional, incluindo sushis e sashimis. A cerveja está sempre gelada e a tradicional caipirinha tem saída garantida. O condomínio ainda conta flats, pousadas, hotéis, shoppings, cinema e restaurantes, para quem quiser esticar o programa.

Barra de Jacuípe | Camaçari

Barra de Jacuípe na Costa dos Coqueiros esta situada a aproximadamente 58 Km de Salvador, a área abrange um povoado de mesmo nome, onde residem pescadores e pessoas que trabalham na região. Jacuípe é muito procurada para o veraneio, já que possui muitas casas em condomínios bem estruturados.

O encontro do Rio Jacuípe com o mar proporciona uma das mais belas paisagens do Litoral Norte. Dunas, coqueiral nativo, arrecifes e praias tranquilas completam os atrativos. Uma paisagem deslumbrante, principalmente ao pô-do-sol, e as águas tranquilas do rio são o palco perfeito para esportes aquáticos; é frequente a presença de jet-skis em suas águas; a pesca também é uma prática assídua ali.

No pequeno porto é possível alugar uma canoa para passear no rio ou simplesmente fazer a travessia até uma ilha deserta, formada pelos rios Capivara, Jacuípe e pelo mar. O local ainda é muito bom para o camping. Atenção apenas com o mar, que, durante a maré alta, apresenta correntezas e ondas fortes.

Imbassaí | Mata de São João

Foram os primeiros habitantes que apelidaram o lugar de Imbassaí, que, em tupi, significa “caminho do rio”. Não poderia ser de outra forma, pois são muitas as passagens de água doce que escorrem em cascatas e corredeiras, paralelas às dunas, a caminho do mar.

Imbassaí

Imbassaí

Situado na Unidade de Conservação – da Linha Verde, o município fica a 63km de Salvador e apenas 13km adiante de Praia do Forte dentro da cidade de Mata de São João. Reúne atrativos para quem busca turismo ecológico e de aventura, com pontos especiais para a prática de rafting e sandboard.

Imbassaí na Costa dos Coqueiros despertou para o turismo ecológico recentemente, a partir da inauguração da Linha Verde. Depois da construção desta estrada, que interliga todos os pontos turísticos da Costa dos Coqueiros, o primitivo lugarejo começou a ser preparado com infra-estrutura hoteleira e de serviços, ganhando, a cada dia, novos equipamentos para receber bem e atender melhor aos visitantes. As pousadas, bares e restaurantes se espalham por uma área de 3km², entre cajueiros, coqueiral e mata.

Os 6 km de praias são margeados por dunas elevadas, que escondem o Rio Imbassaí, famoso na região por oferecer um tranquilo e revigorante banho de água doce. As barracas estão localizadas na faixa de areia entre a praia e o rio, oferecendo bebidas geladas e tira-gostos de peixe frito e mariscos, além do tradicional acarajé, nos tabuleiros das baianas. O acesso às praias só é possível para pedestres, pois os rios que as margeiam formam uma barreira natural para veículos, o que aumenta a tranquilidade do lugarejo.

Vila de Santo Antônio

O pequeno vilarejo de pescadores e artesãs encanta com sua simplicidade e conquista quem gosta de tranquilidade à beira-mar. A vila de Santo Antônio é um desses paraísos que parece ter ficado perdido em algum lugar do passado. Foi há poucos meses que a luz elétrica substituiu o gerador.

Jandaíra

Sesmaria doada em 1543 ao governador-geral, D. Luís Brito de Almeida, deu origem ao atual município de Jandaíra. O primitivo povoado surgiu em torno de uma capela erguida em homenagem a Nossa Senhora da Abadia, no século XVIII. Em 1718, foi elevado a distrito e, em 1728, a município, com o nome Vila de Abadia. Em 1880 sua sede foi transferida para o arraial da Cachoeira, recebendo então o nome de Cachoeira da Abadia.

Jandaíra

Jandaíra

Em 1927 passou a se chamar Jandaíra, nome que significa “Abelha de Mel”. Extinto duas vezes, em 1931 e 1943, é finalmente elevado à cidade em 1944. Jandaíra é um município litorâneo da Costa dos Coqueiros, situado na divisa com o Estado de Sergipe, separado deste pelo Rio Real.

Jandaíra na Costa dos Coqueiros esta distante 202 km de Salvador, Jandaíra é segundo maior produtor de coco da Bahia e grande produtor de maracujá; o município tem como principais pontos turísticos o distrito de Mangue Seco (246 km de Salvador); Praia da Costa Azul, semideserta, de águas mornas e calmas; Praia dos Coqueiros, com 6 km de extensão, com coqueirais e dunas móveis que chegam a atingir 35 metros de altura; Rio Real, afluente do Rio Piauí, com águas limpas e mornas, propícias aos esportes náuticos e que banha a Área de Proteção Ambiental de Mangue Seco; Cachoeira do Itanhi, queda do Rio Real, propícia a banhos; Fonte da Garunga, de águas límpidas que minam de uma gruta cercada por Mata Atlântica.

Mangue Seco é uma vila de pescadores voltada para o turismo de lazer e aventura, com passeios de bugre pelas dunas, passeios de escuna e lancha pelos rios Real e Itapicuru, que formam a minibaía da região. Lugar belo e aconchegante onde o contato com a natureza é intenso, por isso é um bom lugar para descansar e apreciar a natureza. Mangue Seco serviu de cenário para as filmagens de Tieta do Agreste, filme dirigido por Cacá Diegues.

Barra do Itariri

A Bahia, conhecida pelo melhor carnaval do mundo, esconde pequenos lugarejos onde tranquilidade e sossego são características sempre presentes. Distante 168 quilômetros de Salvador, Barra de Itariri na Costa dos Coqueiros é uma pequena vila de pescadores que ainda mantém toda a beleza e simplicidade do seu estilo de vida rústico e nativo.

Barra do Itariri

Barra do Itariri

O lugar é uma ótima opção para quem quer fugir do agito da cidade, apreciando a natureza e seus belos cenários, inclusive no Carnaval.

Desfrutar do mar e de seus benefícios é um dos principais atrativos para quem visita esse lugarejo, que reúne rios, manguezal, dunas, lagoas e muita mata atlântica em sua paisagem. O nome Barra do Itariri tem origem indígena e significa pedra miúda ou pedras que rolam. Deixando de lado a polêmica do nome, o consenso é a beleza marcante deste lugar.

A paisagem é encantadora e uma de suas maiores atrações é o encontro do rio com o mar, quando o Rio Itariri, que serpenteia o manguezal, vai a caminho do mar, fazendo uma curva graciosa e logo se misturando um ao outro numa perfeita harmonia. Isoladas pelas águas destacam-se as dunas que, salpicadas de coqueiros, completam o espetáculo. Na maré baixa dá para chegar às dunas a pé e passear pelas areias finas. Uma outra opção é quando a maré está cheia, tornando possível fazer passeios de lancha e praticar esportes naúticos como pesca, remo, canoagem e nado. Suas águas, sempre mornas e claras, são um convite irresistível ao banho. No rio também é possível desfrutar de outros prazeres, como ficar ao sabor das correntes que oferecem uma sensação de bem estar.

É nesse espaço também que se concentram as barracas de praia feitas de madeira e palhas, onde são servidos saborosos pratos de mariscos, especialidades da região e bebidas feitas de frutas tropicais, como mangaba, caju, acerola e cajá. Um deleite para quem gosta de apreciar uma boa culinária baiana e todas essas iguarias que o mar tem a oferecer.

E se você ainda tiver fôlego e quiser curtir um pouco mais desse ambiente naturalista, pode conhecer o farol que fica no alto de um morro e guarda a melhor vista da Barra do Itariri. De cima, avista-se os coqueirais e o mar, ao fundo, com seus tons de verde e azul – uma das mais belas paisagens do litoral baiano. O local é perfeito também para curtir o pôr-do-sol.

Para receber bem os visitantes, Barra do Itariri apresenta uma boa diversidade de meios de hospedagem, de um simples acomodações, cheias de aconchego, a ambientes de luxo. Há a opção de pousadas simples, hotéis, casas para alugar e até um resort.

Projeto Tamar

Projeto Tamar na Praia do Forte O Projeto Tamar trabalha no estudo e proteção de tartarugas marinhas.

O Projeto Tamar foi criado na década de 80 para estudar e proteger as tartarugas marinhas no litoral brasileiro. São 21 bases espalhadas pelo país, sendo a da Praia do Forte na Costa dos Coqueiros a mais interessante e bem-equipada, com centro de visitantes, tanques e aquários com tartarugas e peixes, sala de vídeo, loja e restaurante.

Entre dezembro e fevereiro é possível acompanhar os biólogos soltando tartaruguinhas recém-nascidas na areia.

Castelo Garcia D’Ávila

Castelo Garcia D'ÁvilaO Castelo Garcia D’Ávila, ou da Torre, é um dos mais importantes e significativos monumentos do patrimônio histórico e cultural brasileiro, localizado próximo a Praia do Forte.

É a primeira grande edificação portuguesa de arquitetura residencial militar no Brasil, com característica de castelo medieval.

Seu construtor, o português Garcia D’Ávila, chegou à Bahia no cargo de almoxarife real e tornou-se um dos maiores latifundiários da História, com 129 fazendas que ocupavam 800.000 km², o que equivale a um décimo do atual território brasileiro.

Infelizmente no século XIX, já era uma grande ruína; foi tombado pelo IPHAN, e hoje encontra-se em restauração.

Barra do Itariri

Barra do ItaririBarra é o local onde as águas de pequenos rios encontram-se com o mar.

A Barra do Itariri forma uma pequena baía, excelente para banhos relaxantes e para a prática de esportes náuticos. Na margem desabitada, o manguezal acompanha o rio até a foz. Do outro lado, o rio forma praias rasas e tranqüilas.

Nos períodos de maré baixa, formam-se extensos bancos de areia, que permitem caminhadas até o lado oposto do canal, onde ficam belas dunas enfeitadas por coqueiros.

Aí, há uma grande concentração de bares e restaurantes, sendo um dos locais preferidos e mais freqüentados por veranistas, turistas e moradores da região.

Massarandupió

MassarandupióMassarandupió, primeira praia naturista do Litoral Norte da Bahia, fica a 92 km de Salvador, e costuma ser muito procurada em todas as estações.

O mar é ideal para banho em todas as fases da maré, especialmente durante a vazante, quando as ondas praticamente desaparecem. A faixa de areia, que faz parte da área de proteção ambiental, é muito procurada por tartarugas marinhas, durante o período de desova.

O espetáculo fica por conta da paisagem, contornada por altas dunas de areias alvas, repletas de coqueiros. Com o sol do verão, a praia transforma-se em um verdadeiro oásis.

No final da estrada, entre o povoado e a praia, encontram-se barracas, restaurantes e bares, idéias para momentos de comodidade e total deleite, junto aos deliciosos pratos á base de frutos do mar; por trás das dunas existe um lago, margeado por uma grande área gramada, excelente para o camping selvagem.

Subaúma

SubaúmaSubaúma na Costa dos Coqueiros esta situada 102km ao norte de Salvador, o vilarejo de Subaúma é muito procurada em todas as estações do ano por turistas brasileiros e estrangeiros.

A extensa faixa de areia é totalmente tomada por lindos coqueiros, e o local é completamente urbanizado, com barracas de praia, restaurantes e pousadas.

A vila de pescadores tem um porto natural e boa infra-estrutura turística. O destaque do local é o Mirante do Cruzeiro, que oferece uma visão panorâmica de toda à região.

Tanto a praia, como as lagoas da região são ótimas opções para a prática de esportes náuticos, como caiaque, windsurfe e jet-ski; durante o verão são realizadas algumas importantes competições esportivas.

Terminal Turístico Mãe Mirinha do Portão

O nome é em homenagem à Altamira Maria da Conceição Souza, Mãe-de-Santo de renome e fama internacional, que mereceu menções em diversos jornais e revistas de grande circulação e foi também citada por Jorge Amado.

Um dos principais cartões postais da cidade de Lauro de Freitas, o Terminal oferece uma infra-estrutura de restaurantes com a típica culinária regional, pratos da cozinha alemã, pizzarias e iguarias caseiras; pode-se também fazer um passeio de barco ao longo do Rio Joanes, com destino à Praia de Buraquinho.

O terminal abriga também um horto, um belo jardim, lojas de artesanato e o Centro de Referência da Cultura Afro Brasileira.

Em março, acontece a festa em homenagem a São Francisco de Assis, com a procissão de fiéis que partem do Terminal e seguem na romaria até Buraquinho.

Lagoa Timeantube

Lagoa TimeantubePara os amantes da natureza, a Lagoa de Timeantube é um passeio imperdível na Praia do Forte.

As águas calmas do rio Iaçu se espalham na várzea e são um convite para um gostoso passeio de caiaque ou de barco, curtindo a natureza ao redor. Aves das mais variadas espécies contemplam o visitante enquanto recortam o belo céu de um azul sem fim. Pica-paus, jaçanãs, beija-flores e papagaios do mangue são presença constante entre as mais de 245 aves já catalogadas na região.

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

Guia de Turismo e Viagem da Costa dos Coqueiros na Bahia.

 
 

Deixe uma resposta