Home / Nordeste Guia Turismo / Piauí / Delta do Parnaíba / A Ilha das Canárias é uma das mais bonitas do delta do Parnaíba

 

Ilha das CanáriasA Ilha das Canárias, na divisa do Maranhão com o Piauí na área de proteção ambiental no Maranhão.

A Ilha das Canárias (Araioses-MA) é a segunda maior ilha do Delta do rio Parnaíba, perdendo apenas para ilha Grande no Piauí.

A Ilha das Canárias abriga um povoado de pescadores com mais de 2500 habitantes.

A história de Canárias tem marco inicial 1806, quando um pescador cearense de Acaraú, juntamente com três companheiros atraídos pela produção farta de peixes e com o objetivo de implantar a pesca de curral na barra dos mergulhões que posteriormente passou a ser chamada de canárias, devido a grande quantidade de pássaros denominados canários na região e uma planta que servia de alimento para os animais, chamada canarana.

Assim o povo começou a viajar para a ilha dos canários ou da canarana.

Mapa Delta do Parnaíba

Mapa Delta do Parnaíba

Hoje a ilha das Canárias é área de preservação ambiental, faz parte da reserva extrativista marinha do Delta do Rio Parnaíba, sua população é de aproximadamente 2500 habitantes distribuída em quatro povoados: Canárias, Passarinho, Torto e Caiçara.

Existem pousadas e restaurantes e é um local ideal para passeio de turistas.

A Ilha das Canárias é uma das mais bonitas e sossegadas da costa nordestina e faz parte de um arquipélago com 80 ilhas, onde turistas se deslumbram com as belas paisagens e animais da região: dunas, manguezais, igarapés, caranguejos, jacarés e inúmeras aves que fazem os ninhais à beira dos rios.

Uma incrível floresta de raízes suspensas que brota no mar, dunas que avançam no infinito, encantos de um paraíso natural que os europeus descobriram no Nordeste.

Mapa Turistico do Delta do Parnaíba

Mapa Turistico do Delta do Parnaíba

A Ilha das Canárias é uma área de proteção ambiental, no extremo leste do Maranhão, na reserva extrativista marinha do Delta do Parnaíba.

Para chegar ao paraíso natural, o turista pode seguir de São Luís pelas BRs 135 e 222 até Tutóia, em uma viagem de 470 quilômetros.

O restante do caminho é feito de barco pela Costa do Sol, uma rota que começa na baía de Tutóia e segue entre as ilhas do único delta em mar aberto das Américas.

Em uma embarcação com oito lugares, no passeio com duração de três horas, é possível explorar rios cercados de manguezais e observar as revoadas de aves marinhas.

Os barcos ancoram nos bancos de areia e os turistas podem aproveitar e fazer longas caminhadas ao ar livre ou tomar banho de mar em praias paradisíacas e primitivas, de águas calmas e mornas.

 

Na Ilha das Canárias vivem cerca de 1,5 mil famílias, a maioria extrativistas que trazem do manguezal sabores de dar água na boca. A moqueca de frutos do mangue tem como ingredientes ostras frescas, vôngole e camarões. O prato serve duas pessoas, com arroz branco e caranguejos.

Dicas de Viagem e Turismo no Delta do Parnaíba e Ilha das Canárias

Tutóia – Localização perfeita: entre os Pequenos Lençóis e o Delta

Melhor ponto de partida para conhecer o Delta do Parnaíba.

A cidade tem uma localização mais que privilegiada: ao lado dos Pequenos Lençóis e em frente ao Delta do Parnaíba.Delta do Parnaíba

As dunas da cidade estão a 20 minutos caminhando do centro! Belas praias, dunas, lagoas temporárias de águas cristalinas, balneários de água doce e inúmeros passeios de barco pelos furos, igarapés, baías e ilhas do Delta são os atrativos, sem esquecer a saborosa culinária a base de frutos do mar e a Dança do Caroço, exclusiva de Tutóia.

Araioses

Pequena cidade encravada bem no meio do Delta, de onde saem barcos típicos para conhecer as ilhas, inclusive a Ilha do Caju e a Ilha das Canárias.

Pontal das Melancieiras (Tutóia)

Bela Ilha/Praia formada nas marés baixas de areia branca no meio do mar.

Ilha do Coroatá (Tutóia)

Pequena ilha situada no meio da Baía de Tutóia que oferece estrutura rústica de bar e restaurante com cardápio variado, trilha e praia deserta.

Barra do Meio (Baía do Caju) e Morro do Meio

Este local paradisíaco reúne praias, manguezais, dunas e um restaurante rústico cujo cardápio são os frutos do mar frescos pescados ali mesmo, como caranguejadas, peixadas e camaroadas.

Revoada de Pássaros e Guarás

Assim como nos Pólos da Floresta dos Guarás, Amazônia Maranhense e em Alcântara (litoral ocidental e Golfão Maranhense), os passeios feitos nos finais de tarde para apreciar as revoadas de pássaros e especialmente dos guarás (Eudocimus Ruber) nos manguezais, são obrigatórios no Delta; ainda que as populações aqui sejam consideravelmente menores em comparação àquelas encontradas no litoral amazônico do estado. As melhores revoadas de guarás no Delta estão nas proximidades de Tutóia e na Baía do Caju.

Cavalos Marinhos

Em um passeio que sai de Tutóia, em barco regional ou lancha, chega-se ao berçário dos dóceis e exóticos cavalos marinhos, onde é possivel vê-los e tirar fotos em seu habitat natural.

Ilha das Canárias (Araioses) – A segunda maior Ilha do Delta do Parnaíba é um colírio para os olhos

A Ilha das Canárias é a segunda maior ilha do Delta, menor apenas que a Ilha Grande de Santa Isabel, a única grande ilha do lado piauiense do Delta, que é mais povoada, desmatada e descaracterizada em comparação às ilhas do lado maranhense.

A Ilha das Canárias é um caleidoscópio de belas paisagens naturais que passa por lindas praias, coqueirais, vilarejos pitorescos (são 5 no total), dunas, restingas, matas, manguezais, rios e igarapés. A Ilha possui a melhor estrutura de hospedagem e passeios em toda a região, ainda que timidamente: são pousadas rústicas mas cômodas, onde o visitante pode se sentir totalmente integrado à bela paisagem circundante e fazer passeios ecológicos por mar e terra.

Ilha (e Igarapé) do Guirindó – Abundância da vida selvagem do Delta

Situada na margem esquerda do Rio Parnaíba, ao sul da Ilha das Canárias, esta ilha maranhense é palpitante em vida selvagem nos seus igarapés estreitos alimentados pelas águas doces do Rio Parnaíba: macacos guariba e prego, pássaros e iguanas podem ser vistos com facilidade de dia e à noite, a focagem de jacarés e outros animais noturnos também é um programa imperdível.

Praia do Feijão Bravo

Praia de beleza ímpar entre o mar e o rio, com dunas e manguezais; situada ao norte da Ilha das Canárias, na Ilha dos Poldros.

Orla de Tutóia

A orla de Tutóia é feita de muitas dunas, coqueirais, povoados de pescadores e belíssimas praias semi-desertas, com o destaque para a Praia do Amor e Arpoador.

A proximidade com os Pequenos Lençóis, que se enchem de lagoas esverdeadas ou azuladas de aguas cristalinas na época das chuvas, confere às praias uma beleza exótica e apaixonante.

Ilha do Guajiru e dos Poldros

Duas pequenas ilhas situadas ao norte da grande Ilha das Canárias. Donas de uma beleza natural excepcional com dunas, entre os manguezais e o Oceano Atlântico, ambas possuem pousadas sofisticadas com capacidade bem limitada.

Ilha Grande do Paulino

Quarta maior ilha do Delta, a Ilha ainda está em fase de estruturação para receber visitantes.

Paulino Neves

Veja na região turística “Lençóis Maranhenses”.

lha do Caju (Araioses)– Paisagem diversificada abriga a maior biodiversidade do Delta

(Atualmente, a pousada ecológica da Ilha do Caju está fechada para reformas e está sem previsão de reabertura)

Indiscutivelmente, a ilha mais bonita do Delta do Parnaíba.

A ilha do Caju é a mais preservada e a terceira maior da região, além de ser a maior ilha particular do Brasil.

Abriga uma pousada ecológica que organiza passeios em caminhadas, cavalgadas, caiaques e em veículos com tração para conhecer as diversas paisagens e ecossistemas preservados como praias desertas, restingas, dunas, lagoas, matas, manguezais, campos alagados e cajueiros que abrigam várias espécies de aves, mamíferos, répteis e anfíbios.

Guia de turismo e viagem da Ilha das Canárias e Delta do Parnaíba

 
 

Deixe uma resposta

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: