Home / Ilhas do Brasil / Arquipélago Fernando de Noronha / Naufrágio da Corveta Ipiranga no arquipélago de Fernando de Noronha

 
corveta Ipiranga

corveta Ipiranga

Um dos naufrágios mais famosos do Brasil a Corveta V 17 – Ipiranga, da Marinha do Brasil, descança a cerca de sessenta metros nas águas da Ponta da Sapata em Fernando de Noronha.

Muito bem protegida pelas operadoras de mergulho da ilha, a corveta Ipiranga têm praticamente todas as suas estrutruras preservadas e em seu interior estão quase todos os objetos e pertences que foram abandonados pelos tripulantes durante o naufrágio.

Histórico:

A corveta Ipiranga realizava viagem de patrulhamento pela costa nordeste do país. Numa manhã de mar calmo, o navio proximava-se de Fernando de Noronha, onde realizaria tarefas de apóio a guarnição da ilha, quando subtamente chocou-se com a Cabeça da Sapata.

Esta rocha, localizada ao largo da Ponta da Sapata, se projeta de mais de 70 metros de profundidade até pouco menos de 2 metros durante a maré baixa. Embora seja um conhecido perigo a navegação, que suspeita-se inclusive ter provocado o naufrágio da Nau de Américo Vespúcio, não há sinalização náutica no local.

mapa de mergulho de Fernando de Noronha

Após o choque com a cabeça da Zapata, a Corveta Ipiranga afunda lentamente. Ao fundo o Morro do Pico da posição em que a corveta Ipiranga acabou por naufragar. A tripulação foi socorrida pelos pescadores da ilha.

Após o choque, a Corveta V-17 demorou cerca de 8 horas para afundar. Durante esse período, várias embarcações da ilha aproximaram-se da corveta auxiliando nos trabalhos de descarregamento e retirada de diversas peças importantes e dos tripulantes.

O inquérito da marinha concluiu que não haviam culpados pelo acidente

Bahia.ws – Guia de Turismo e Viagem da Bahia, Salvador e Nordeste

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: