Praça Gonçalves Dias

Praça Gonçalves Dias

A Praça Gonçalves Dias foi inaugurada em 1873 e fica situada num terreno pertencente à Ordem de São Francisco, num promontório em frente ao rio Anil que permite uma vista da Ponte do São Francisco e do bairro do mesmo nome.

Nela está situada a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios com sua exuberante arquitetura gótica e a estátua do poeta maior maranhense Gonçalves Dias.

A praça já foi chamada de Largo dos Remédios e Praça Gonçalves Dias, mas os namorados a batizaram definitivamente de Largo dos Amores. Estes, sob a inspiração do poeta, encontram nos seus jardins lugar apropriado para suas paixões.

A Praça Gonçalves Dias, localizada no alto dos Remédios (bairro), além de propiciar uma bela vista ao pôr-do-sol da baía de São Marcos, com a foz do Rio Anil (que corta parte da cidade e que um dia pude conhecer a nascente quase nada preservada), é famosa por ser ponto de encontro dos enamorados de São Luís, o que lhe deu o título de Largo dos Amores.

Praça Gonçalves Dias

Praça Gonçalves Dias

Nada mais apropriado para o local que leva o nome de um dos maiores poetas do estado e que um dia já exaltou sua terra natal do outro lado do continente e que morreu de amores por uma tal Ana Amélia, a quem pediu em casamento, mas a família dela, em virtude da ascendência mestiça do escritor, refutou veementemente o pedido.

Em homenagem ao poeta, um monumento com uma estátua sua foi erguido no local.

Na Praça, há ainda muitas palmeiras e um coreto, onde algumas apresentações artísticas em dia de festa e festejo da Igreja dos Remédios são realizadas.

 

A igreja está localizada à frente da praça. A única com estilo gótico na capital maranhense foi construída ainda em 1719 como uma capela.

Uma longa escadaria liga o logradouro a outro espaço muito importante da capital, a Praça Maria Aragão.

No entorno do largo há também outros monumentos que tornam o lugar ainda mais bonito. Casarões coloniais como o Palácio Cristo Rei é um deles, construído em 1877.

Ali funciona atualmente a Sede da Reitoria da Universidade Federal da Maranhão (UFMA), a qual possui um acervo histórico dos primórdios da instituição que pode ser visitado.

Seus primeiros proprietários pertenciam a uma tradicional família maranhense que, mais tarde, o doaram para o clero, transformando-se na primeira sede da Diocese da capital maranhense, abrigando mais tarde a antiga Faculdade de Filosofia.

Praça Benedito Leite seria Jardim Botânico da Cidade.

Praça Gonçalves Dias – Largo dos Amores
Onde: Bairro Remédios, no fim da Rua Rio Branco
Como chegar: Quase todos os ônibus da cidade passam em frente ou próximo à praça. Desça na último parada (ponto) de ônibus da Rua Rio Branco (exclusivo para algumas linhas), ou na parada da Maria Aragão. Neste último caso, suba a escadaria que liga os dois logradouros.

Guia de Turismo e Viagem de São Luís do Maranhão

 
 

Deixe uma resposta