Alagoas

Alagoas com belas praias e passeios pelas piscinas naturais é dos destinos mais disputados do Nordeste como Maceió, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, Barra de Santo Antonio, Maragogi, Penedo, Piranhas e Piaçabuçu.

De um lado do leque, mar e praias espetaculares.

De outro, o Rio São Francisco.

Cortando o território, rios como São Miguel, Tatuamunha, Coruripe.

Turismo em Alagoas

Alagoas descobriu, no fim da década de 70, que seus encantos naturais poderiam trazer riqueza. Baseados na capital, Maceió, turistas brasileiros e estrangeiros se esbaldam na orla de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca e, aproveitando as curtas distâncias, partem para bate-voltas diários. Para o norte, Paripuera marca o início da Costa dos Corais, com arrecifes e piscinas naturais.

Daí em diante é uma sequência emocionante de imagens de cartão-postal: Barra de Santo Antônio, a selvagem Carro Quebrado, Barra do Camaragibe, os peixes-bois que vivem entre as águas do Rio Tatuamunha e as piscinas naturais de São Miguel dos Milagres, a praia do momento.

No sentido sul, Marechal Deodoro, a antiga capital do estado, às margens da Lagoa Manguaba, mostra sua arquitetura do século 18.

Ali pertinho estão as famosas Praia do Francês, Barra de São Miguel e Gunga, sempre lotadas nos fins de semana e alta temporada, além de Coruripe, cujas praias de areia finíssima foram o lar dos temidos índios Caetés no início da colonização.

Ao se embrenhar interior adentro, em território que já pertenceu à Capitania de Pernambuco, comandada por Duarte Coelho no século 16, o turista vai encontrar cidades como Penedo, a mais antiga, às margens do São Francisco. Com uma história marcada por séculos de disputa de terra e plantio de cana-de-acúcar, Alagoas assistiu ao surgimento de poderosos usineiros, que ainda hoje controlam setores políticos e econômicos da região.

Os negros africanos escravizados para trabalhar nos engenhos de Alagoas deixaram como herança a comunidade quilombola, no alto da Serra da Barriga, no município de União dos Palmares.

No refúgio em que resistiram por quase 100 anos, hoje está instalado o Parque Memorial Quilombo dos Palmares em Alagoas, que guarda a reconstituição de edificações da época.

Já em Piranhas, no alto sertão, há marcas de outro momento histórico importante, dos anos 1920 e 1930, quando os alagoanos foram aterrorizados pelo cangaço liderado por Lampião.

Renderão boas histórias um passeio pelo Rio São Francisco, uma visita ao Museu do Sertão e uma ida ao povoado de Entremontes, tombado pelo Patrimônio Histórico e com uma comunidade de bordadeiras que sustenta a economia do lugar com seu delicado trabalho manual.

Guia de Turismo e Viagem

Guia de Turismo e Viagem de Alagoas e Maceió

Maceió em Alagoas
Maceió

Maceió Guia de Turismo e Viagem

Quem chega a cidade de Maceió se impressiona de imediato com a beleza desconcertante das aguas que a cercam – do mar verdissimo e da lagoa Mundaú. As praias e os passeios são os principais atrativos turísticos da cidade. Fazer um passeio de jangada até as piscinas naturais de Pajuçara […]

Alagoas

Alagoas Guia Turismo e Viagem

Alagoas tem um território de 27,7 mil km², aproximadamente o tamanho do Haiti. O litoral alagoano só tem 230 quilômetros de extensão e, mesmo assim, o ponto forte do estado em termos turísticos são as cidades de praia. Também, com praias azul cristalino, areia branca, coqueiros, piscinas naturais, as praias […]