História, Cultura e Arquitetura de São Luís do Maranhão

São Luís do Maranhão é a única capital brasileira fundada pelos franceses, passando então pela ocupação holandesa e portuguesa.

Compreende uma área de 220 hectares de extensão. Cerca de 2500 imóveis estão tombados pelo patrimônio histórico estadual, e 1000 pelo IPHAN.

Parte desse sítio foi declarado Patrimônio Mundial em 1997, por seu conjunto arquitetônico colonial português adaptado ao clima do local.

A principal característica arquitetônica do centro histórico é mesmo a preocupação com o clima, quente e úmido.

Entre as soluções, estava o uso de azulejos na impermeabilização das fachadas de taipa. As plantas são em “L” ou em “U”, com grandes telhados e venezianas.

Os prédios arquitetônicos constituem sobrados, casas térreas e solares.

Os sobrados possuem até quatro pavimentos, sendo o térreo loja comercial e os outros pisos residências. Os solares, sobrados suntuosos, possuem muitos detalhes refinados, e as casas térreas, por fim, passíveis de várias classificações (por exemplo, morada inteira:porta com duas janelas de cada lado; meia morada: porta lateral e duas janelas).

Passeando pelo Centro Histórico de São Luís, o maior museu a céu aberto do mundo, você conheçerá um pouco da história secular da ilha, palácios, praças, casarões, sobrados, igrejas, capelas, conventos, fontes, museus, teatros e monumentos que abrigam a memória viva do povo ludovicense.