Home / Nordeste Guia Turismo / Pernambuco / Litoral Norte de Pernambuco / O Litoral Norte de Pernambuco tem um dos sítios históricos mais importantes da região

 

Litoral Norte PernambucoO Litoral Norte de Pernambuco é mais densamente habitado do que o litoral sul, quase urbanizado por completo desde a Região Metropolitana do Recife até a divisa da Paraíba.

O Litoral Norte de Pernambuco tem um dos sítios históricos mais importantes da região, como os municípios de Olinda, Itamaracá e Goiana, que começaram a ser povoados em 1508.

Construções do brasil-colônia, como o Forte Orange, são muito visitadas por turistas que passam pela região.

Além das praias no litoral norte de Pernambuco, também é conhecido por ter o Veneza Water Park, um dos maiores parques aquáticos do Brasil, situa-se na praia de Marinha Farinha, bairro da cidade de Paulista, região metropolitana do Recife.mapa praias de Pernambuco

As principais praias do Litoral Norte de Pernambuco são as dos municípios de: Paulista (praias de: Maria Farinha, Conceição, Pau Amarelo e Janga), Goiana (praias de: Pontas de Pedra, Carne de Vaca, Catuama, Barra de Catuama e Atapuz), Itamaracá (praias de: Itamaracá e Gavoa), Olinda (praias de: Rio Doce e Casa Caiada).

Veja o mapa de Pernambuco

IGARASSU

A pequena Igarassu no litoral norte de Pernambuco, tombada como patrimônio histórico, foi fundada em 1535 pelas tropas de Duarte Coelho.

Situada a cerca de 30 quilômetros ao norte de Recife pela BR-101, a cidade tem casario bem conservado, dos séculos XVIII e XIX. Entre os destaques está a pinacoteca do convento franciscano Santo Antônio de Igarassu, edificado no século XVIII.

Apesar de carecer de cuidados na estrutura, o lugar oferece um acervo de valor artístico e histórico: 24 painéis de madeira, pintados a óleo nos séculos XVII e XVIII, que retratam figuras sacras e passagens históricas, como as mazelas da febre amarela que grassou em 1685 na região.

convento franciscano Santo Antônio de Igarassu

convento franciscano Santo Antônio

Segundo a tradição, Igarassu sobreviveu incólume ao surto graças à proteçào de são Cosme e São Damião, em honra de quem Duarte Coelho fizera erguer uma igreja no ano de 1535 (rua Barbosa Lima, s/n).

Construída em taipa, a igreja de São Cosme e São Damião foi depredada pelos holandeses em 1634, reconstruída em 1654 e no século XVIII sofreu mudanças que lhe conferiram feições barrocas.

As pinturas das paredes estão quase sumindo. Da lateral, tem-se uma tocante vista dos telhados das casinhas de Igarassu (rua Frei Caneca, s/n, Centro).

igreja de São Cosme e São Damião de Igarassu

igreja de São Cosme e São Damião

A igreja de Santo Antônio, dentro do convento franciscano, é a mais preservada da cidade.

Edificada com pedras em 1588, sofreu reformas no século seguinte, pois foi pilhada nas disputas entre holandeses e portugueses.

O altar-mor é de cedro e tem pinturas douradas da etapa joanina do barroco. Painéis de azulejo nas laterais retratam milagres e visões do santo. A sacristia preserva uma rija cômoda de madeira do século XVIII e um lavabo de pedra.

Principais pontos turísticos do litoral norte de Pernambuco

GOIANA

Próspera no ciclo da cana-de-açúcar, a cidade de Goiania no litoral norte de Pernambuco é uma cidade de médio porre, distante cerca de 60 quilômetros de Recife e situada à beira da BR-101, na Zona da Mata pernambucana.

Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Goiana

Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

A cidade nasceu em meados do século XVI, foi tomada pelos holandeses, serviu de sede à capitania de Itamaracá e foi palco da Epopéia das Heroínas de Tejucupapo, em que mulheres pegaram em armas para se defender dos invasores flamengos.

Também é lembrada pelo fato de ter sido o primeiro lugar onde a escravidão foi abolida, ainda antes da Lei Áurea. Os marcos históricos precisam de reparos, assim como as igrejas, que hoje funcionam em horários irregulares.

A igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos é a mais importante, pois abriga um Museu de Arte Sacra com rica imaginária dos séculos XVII e XVIII.

Erguida originalmente em meados do século XVI, ganhou feições barrocas no século XVII. Destacam-se as imagens da Nossa Senhora do Amparo e da Nossa Senhora do Leite, por muito tempo repudiada pela Igreja por mostrar o seio (rua do Rosário, s/n, Centro).

ILHA DE ITAMARACÁ

A ilha de Itamaracá no litoral norte de Pernambuco oferece atrações variadas e pode complementar o passeio à vizinha Iguarassu.

ilha de Itamaracá esta a cerca de 50 quilômetros de Recife (via BR-101, no sentido Paraíba e PE-35), a ilha de Itamaracá abriga o restaurado Forte Orange, fortaleza de quatro pontas (duas com vista para o mar e duas para a ilha) erguida pelos holandeses em 1631 e depois tomada pelos portugueses, que a rebatizaram como Fortaleza de Santa Cruz de Itamaracá e a modificaram, resultando na robusta construçào que se vê hoje.

Placas fincadas na areia explicam o que representa cada recanto – como o lugar em que foi encontrado um poço construído pelos holandeses. No forte há, ainda, uma capela do século XVI e um pequeno museu com armas, bolas de canhão e porcelanas (sítio Orange, s/n, Forte Orange).pa da Ilha de Itamaracá

Forte Orange na Ilha de Itamaracá

Forte Orange

No Ecoparque Peixe-Boi & Cia. há um oceanário com nove peixes-boi-marinhos (Trichechus manatus), aberto a visitação, e uma unidade de reabilitação do Projeto Peixe-Boi do lbama, fechada ao público, que cuida de filhotes salvos em encalhes e os devolve à natureza.

Estudantes de biologia ou oceanografia tecem explicações sobre o animal. Há sala de projeção com documentários, loja de suvenires e lanchonete (estrada do Forte Orange, s/n, Forte Orange).

Vale a pena fazer o passeio em uma pequena lancha até a Coroa do Avião, minúscula ilha com vários barzinhos, somente para ver o Forte Orange do mar – a mesma visão que tiveram os exploradores no século XVI (praia do Forte Orange).

A ilha de Itamaracá também abriga o espaço cultural Estrela de Lia, criado pela cirandeira Lia de Itamaracá.

igreja de Nossa Senhora da Conceição da ILHA DE ITAMARACÁ

igreja de Nossa Senhora da Conceição

Sobre o tablado construído num salão aberto de frente para o mar, na praia do Jaguaribe, realizam-se apresentações noturnas de ciranda por ela conduzidas, bem como de convidados como Selma do Coco e Mestre Salustiano. O local tem um bar onde se pode tomar um delicioso suco de limão com capim-santo.

Em Vila Velha, povoado que surgiu no século XVI e foi sede administrativa da capitania de Itamaracá, vê-se um aglomerado de casas simples, de alvenaria, erguidas próximo da antiga igreja de Nossa Senhora da Conceição (rua João Paulo II, s/n), e ruínas do que teria sido a igreja de Nossa Senhora dos Pretos. Como o local é elevado, avistam-se o mar, o canal de Santa Cruz e a Coroa do Avião.

Nos tempos coloniais, isso também garantia uma visão estratégica contra ataques inimigos – a vila foi invadida por tropas flamengas em 1631, que a teriam batizado de Cidade Schoppe (entrada entrevos km 9 e 10 da estrada Recife-Itamaracá).

Guia de Turismo e Viagem de Igarassu, Goiana e Ilha de Itamaracá do Litoral Norte de Pernambuco

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: