Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Chapada Diamantina / Guia de Turismo de Rio de Contas na Bahia

 

Rio das Contas na Chapada DiamantinaO núcleo populacional de Rio de Contas teve sua origem no final do século XVII, quando viajantes de Goiás e do Norte de Minas Gerais, em demanda da cidade de Salvador, capital de Província da Bahia, fundaram um pequeno povoado, que tomou o nome de Crioulos – Ponto de pouso da exaustiva caminhada.

Esse povoado situava-se no Planalto da Serra das Almas, à margem do Rio de Contas Pequeno, hoje Rio Brumado.

Foi então edificada uma pequena capela em forma octogonal, sob a invocação de nossa Senhora Santana. Logo após foram descobertos veiões e cascalho aurífero no leito do Rio de Contas Pequeno, nos seus afluentes e serras circunvizinhas.

Este fato atraiu grande numero de garimpeiros, predominando-se bandeirantes paulistas e mineiros que subiram o leito do Rio de Contas Pequeno e, explorando as serras próximas, fundaram a três léguas acima, numa altitude de 1.450 metros, outra povoação – Mato Grosso.

Os jesuítas que acompanhavam os bandeirantes, ergueram uma igreja sob a invocação de Santo Antônio. Em 1.718, foi criada a primeira Freguesia do Alto Sertão Baiano ou Sertão de Cima, com a denominação de Freguesia de Santo Antônio de Mato Grosso.

No começo do Século XVIII, os jesuítas construíram outra igreja a 12 km, abaixo do povoado Crioulos, sob a invocação de Nossa Senhora do Livramento.

Em 20 de outubro de 1.722 foram criadas duas vilas no Interior da Bahia. As vilas de Santo Antônio de Jacobina, e Nossa Senhora do Livramento e Minas do Rio de Contas.

Autorizado pela Carta Régia de 27 de novembro de 1.723, D Vasco César de Menezes encarregou o Coronel Pedro Barbosa Leal de erigir a vila, o que se deu em 1.724. sua Criação, foi aprovada pela Provisão Real datada de 09 de fevereiro de 1.725.

Pela Provisão Régia de 02 de outubro de 1.745 foi autorizada a mudança da Vila para o Povoado Crioulos, no planalto onde hoje se encontra a cidade de Rio de Contas.

Elevado a vila, o povoado Crioulo foi denominado Vila Nova de Nossa Senhora do Livramento e Minas do Rio de Contas.

Transferida a sede de Vila, o governo da metrópole “Salvador”, determinou a construção dos edifícios daCasa de Câmara e Cadeia, Câmara Municipal, Casa de Fundição, e a instalação do Pelourinho,

Veja o mapa Chapada Diamantina

Belezas naturais de Rio de Contas

O municipio de Rio de Contas é hoje conhecido pelas belezas naturais,  como cachoeiras, rios, riachos, e conta também com as belas formações

Cachoeira do Buracão - Chapada Diamantina

Cachoeira do Buracão

rochosas, a cidade tem os tres maiores picos da região nordeste do brasil, com mais de 2 mil metros de altitude.

Rio de Contas que era conhecida como a cidade do ouro, hoje é rica em belezas naturais. Por causa das grandes altitudes a cidade tem várias cadeias montanhosas, o que favorece aos visitantes belas paisagens.

Ponte do Coronel

Um trecho do Rio Brumado com várias corredeiras e piscinas naturais. Hoje o lugar mais procurado pelos visitantes.

São sete poços, com níveis de profundidade variados, onde crianças e adultos podem aproveitar ao máximo esse atrativo, o local possui uma estrutura simples, e conta com serviço de bar, possui também área para acampamentos e piqueniques, hoje é

Cachoeira do Fraga - Rio de Contas

Cachoeira do Fraga

passagem obrigatória para os visitantes de Rio de Contas.

Cachoeira do Rio Brumado

Possui aproximadamente 100 metros de altura e quatro saltos em seqüência. Com acesso a parte superior da cachoeira, podendo apreciá-la em todo o seu esplendor frontalmente e lateralmente. Excelente ponto de vista para fotografias.

A descida próxima a cachoeira requer esforço, mas vale a pena ficar sobre a maior cachoeira do município.

Cachoeira do Fraga

Cartão postal do município de Rio de Contas, a cachoeira do fraga possui 18 metros de salto e muita beleza. Da cachoeira é possível ver o começo

Poço das Andorinhas - Chapada Diamantina

Poço das Andorinhas

da Serra das Almas. Na lateral das quedas d’água principais, tem-se acesso a parte mais baixa da cachoeira, que é um ponto de vista excelente para fotografias.

Poço das Andorinhas

Pequeno poço com águas cristalinas, escondido na Serra do Porco Gordo. Quando se chega ao poço, saem várias andorinhas voando de uma pequena gruta que há no local, dai o nome “poço das andorinhas”. Na trilha seguindo em direção ao poço, há vários poços e pequenas cachoeiras apropriados para o banho. É uma dos mais belos roteiros da cidade de Rio de Contas, porem pouco visitado.

Cachoeira do Jiló

Localizada no Rio Brumado, fica no caminho para o poço preto, é um ótimo lugar para banho, a Cachoeira do Jiló, é formada por pequenas

Cachoeira do Jiló - Rio de Contas

Cachoeira do Jiló

corredeiras d’água, permitindo várias pessoas tomar banho ao mesmo tempo.

Cachoeira do Mocotó

Entre vales e montanhas, no caminho há várias plantações de café, que na época da floração acontece o que os moradores chamam de “Véu de Noiva”. É uma atrativo de varias surpresas, no caminho para a cachoeira passa-se por um mirante, local de onde se tem uma vista completa do Pico das Almas, Pico do Itobira, Serra do Barbado, os Gerais de Mucugê, a Barragem do Rio Brumado, a Comunidade Quilombola de Barra, e parte de Rio de Contas.

Cachoeira do Raposo

De pequenas proporções, é aconselhável para pequenos grupos, a água é limpa, o acesso próximo a cachoeira requer esforço, a cachoeira fica

Cachoeira do Raposo - Rio de Contas

Cachoeira do Raposo

escondida por uma pequena mata, sendo possivel ver a cachoeira apenas proximo ao local.

Poço Preto

Ótimo lugar para banho, fica a 13 km do centro da cidade. Não existe praia mas pode-se sentar e apreciar o panorama sobre as pedras do Rio Brumado. O poço tem profundidade aproximada de 6 metros. Próximo ao Poço Preto estão a Cachoeira do Jiló e a Fazenda Vaccaro, local onde é fabricada a Cachaça Orgânica Serra das Almas.

Estrada Real

Caminho calçada em pedras, era utilizado para o escoamento do ouro e o abastecimento da cidade no tempo colonial. Este trecho de Estrada Real, próximo de Rio de Contas, está em bom estado de conservação, são aproximadamente 6 km. Sua

Poço Preto - Rio de Contas - Bahia

Poço Preto

construção iniciou-se em 1.726.

Pico das Almas 1.958 metros de altitude

Pico das Almas - Rio de Contas

Pico das Almas

Com 1.958 metros de altitude, é o terceiro ponto mais elevado do nordeste. A serra das almas, é também santuário ecológico, onde o Jardim Botânico Inglês Kew Garden, pesquisou durante 20 anos. Possui uma flora riquíssima com espécies vegetais únicas no planeta.

É impossível não se encantar com as belíssimas formações rochosas feitas pela natureza com o passar do tempo.

A coleta de plantas no local é considerado um crime contra o patrimônio brasileiro.

Pico do Itobira 1970 metros de altitude

Com 1.970 metros de altitude, é o segundo ponto mais elevado do nordeste. Pelo caminho é possível ver vários tipos de orquídeas, bromélias,

Pico do Itobira - Rio de Contas

Pico do Itobira

velósias, barbacéneas, sempre-vivas e plantas carnívoras, a variedade de plantas é muito grande.

Do alto pico, pode-se avistar o Pico das Almas, a Serra do Barbado, Serra do Sincorá, e ainda uma bela vista da Barragem do Rio Brumado, e parte da Cidade de Rio de Contas.

Pelo caminho ha uma pequena cachoeira, e poços pequenos apropriados para o banho.

Pico do Barbado 2.033 metros de altitude

O Pico do Barbado é o ponto mais elevado da região nordeste do Brasil com 2.033 metros de altitude, e separa as cidades de Rio de Contas, Abaíra e Rio do Pires. Nas matas próximas a serra vivia o macaco barbado, daí o nome “Serra do Barbado”

Existem porém, dois caminhos para a subida da Serra, que é alvo de muitos aventureiros, que querem vencer esse grande desafio. Na primeira opção leva-se 5 horas de carro ida e volta e 6 horas de caminhada ida e volta.

Na segunda opção são 3 horas de carro ida e volta e 14 horas de caminhada ida e volta. Lá do alto da Serra tem-se uma visão privilegiada de toda a Chapada Diamantina, como o Pico das Almas e o Pico do Itobira em Rio de Contas, a Serra da Tromba, a Serra do Sincorá em Ibicoara, os Tres Morros em Piatã, o Morro do Pai Inácio em Palmeiras.

Monumentos em Rio das Contas

A cidade de Rio de Contas possui mais de 400 casarões tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, muito bem

Antiga Casa de Câmara e Cadeia - Rio de Contas

Antiga Casa de Câmara e Cadeia

preservados, algumas casas foram construídas na época da fundação da cidade em 1.723.

Há alguns monumentos que foram tombados isoladamente. Ao andar pelas ruas da cidade, você terá a impressão de estar fazendo uma volta ao passado. Rio de Contas é a primeira cidade planejada do Brasil, seu centro histórico media 19,2 hectares, quando foi fundada, todas as casas são alinhadas, com ruas largas. As casas eram pintadas de branco com esquadrias em azuis.

Antiga Casa de Câmara e Cadeia

Magnífica obra de arquitetura colonial do início do século XIX, abriga atualmente a estrutura do poder judiciário (Fórum). Antiga prefeitura da maior província da Bahia, era também a mais temida prisão do sertão baiano.

Na fachada principal podemos ver o brasão do império, e no pavimento térreo a cela das prisões. Este monumento foi tombado isoladamente pelo IPHAN em 31 de julho de 1.959.

Casa à Rua Barão de Macaúbas

Um dos monumentos mais diferentes encontrado no centro histórico da cidade, não há outra casa com fachada igual ou parecida.

Teatro São Carlos - Rio de Contas

Teatro São Carlos

Teatro São Carlos – Um dos três mais antigos do Brasil

Fundado em 1.892, é um dos três mais antigos dos Brasil, e o mais antigo do Interior baiano. localizado no Largo do Rosário, com capacidade para 120 pessoas sentadas.

Naquela época as pessoas levavam as suas cadeiras de casa para assistir as peças teatrais, as mulheres por sua vez só podiam assistir, porque participar de montagens era desonroso pela sociedade local. Eram os homens que se travestiam para representar os papeis femininos.

Casa onde nasceu Abílio Cesar Borges – “O Barão de Macaúbas”

Casa que já abrigou o Arquivo Público Municipal, foi onde nasceu Abílio César Borges o Barão de Macaúbas, em 09 de setembro de 1.824. Foi diplomado em medicina pela academia da corte, foi grande educador, e teve Rui Barbosa e Castro Alves, como seus alunos mais famosos.

Organizou com recursos próprios o Batalhão dos Zuavos, que prestou serviços a Pátria na Guerra do Paraguai. Faleceu em 17 de janeiro de 1.891,

Casa de Fundição - Rio de Contas

Casa de Fundição

no Rio de Janeiro.

Clube Rio-contense

Local onde eram realizadas festas somente para os brancos, quando aconteciam os antigos carnavais em locais fechados, e negros não poderiam entrar.

Casa de Fundição – Atual Prefeitura de Rio de Contas

No fundo do predio antigo onde hoje funciona as instalações da atual prefeitura municipal,  funcionou a antiga casa de fundição, onde o ouro era derretido e transformado em barras. Neste mesmo local teria funcionado também uma faculdade de filosofia.

Antiga prefeitura do municipio

Neste casarão que hoje é uma residência particular era onde funcionava a antiga prefeitura do municipio.

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

Summary
Guia de Turismo de Rio de Contas na Bahia
Title
Guia de Turismo de Rio de Contas na Bahia
Description

Rio de Contas na Chapada Diamantina possui mais de 400 casarões tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: