Home / Nordeste Guia Turismo / Rio Grande do Norte / Guia de Turismo e Viagem do Rio Grande do Norte

 
Natal RN

Natal RN

Ventos fortes, sol, dunas, praias, falésias e a simpatia potiguar acompanham os visitantes por todo o litoral do Rio Grande do Norte.

A história do Rio Grande do Norte começa apenas um ano após o descobrimento do Brasil. Em 1501, a esquadra de Gaspar Lemos tocou o então litoral de Touros (hoje a simpática localidade de São Miguel do Gostoso) e ali fincou o marco de posse da Coroa portuguesa, o chamado Marco de Touros.

Mas a ocupação efetiva da região levou quase um século, devido à resistência dos índios potiguares – “comedores de camarão”, em tupi – e às invasões francesas.

Com a ajuda de homens de Pernambuco e da Paraíba, Portugal retomou as terras e, em 1598, iniciou a construção do Forte dos Reis Magos. Embrião da cidade de Natal, a fortaleza foi erguida com o intuito de proteger o principal acesso às terras potiguares: o rio Potengi.

Bem conservada até hoje, a fortaleza é uma prazerosa visita na passagem pela capital – seja pelo valor histórico, seja pelo ótimo ponto de vista para a paisagem da cidade que desponta frente a um ensolarado e sedutor litoral de areias brancas que enche a vista, crescendo, a oeste, em longas faixas rumo à divisa com o Ceará e, ao sul, para as terras paraibanas.

Dunas móveis ou fixas, de tons róseos ou beges, praias agitadas ou semidesertas, além das muitas lagoas completam o charmoso e variado leque de belezas naturais de toda costa, que pode ser explorada em agradáveis passeios de buggies pela areia da praia.

Mapa Rio Grande do Norte

No interior potiguar, a rica cultura do povo que desbravou o árido território resiste às mudanças impostas pelo tempo, e a influência portuguesa e a herança indígena continuam preservadas.

video

Na pequena Acari, rodeada por serras, pode-se praticar caminhadas e observar a paisagem singular, que inclui inscrições rupestres.

O artesanato também tem destaque no interior, especialmente em Caicó. Currais Novos, por sua vez, guarda a tradição do festival de quadrilhas durante as festas juninas.

Veja o mapa turístico do Rio Grande do Norte

DESTAQUES NO RIO GRANDE DO NORTE

• Os roteiros de interesse arquitetônico e cultural da Cidade Alta e da Ribeira, no centro da capital.
• Um percurso pela vida e a obra do folclorista, historiador e etnógrafo Luís da Câmara Cascudo, com memorial e casa em Natal.
• As praias voltadas para o Ceará, entre elas Touros, São Miguel do Gostoso, Gatinhos e Ponta do Mel, alcançadas em passeios de buggy.
• As praias agradáveis e bem estruturadas do sul, como as da Pipa, no distrito de Tibau do Sul.
• Os açudes, as serras, as festas, as comidas e os sítios arqueológicos do sertão potiguar.

QUANDO IR AO  RIO GRANDE DO NORTE

• Para as praias, em qualquer época do ano. No verão (de dezembro a fevereiro), as cidades ficam lotadas e os preços sobem.
• Nos meses de junho e julho, para participar das festividades de São João, na região do Seridó, apreciar as danças típicas das quadrilhas e saborear as iguarias das festas juninas.

Guia de Turismo e Viagem do Rio Grande do Norte

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto:
Play All Replay Playlist Replay Track Shuffle Playlist Hide picture