Home / Nordeste Guia Turismo / Sergipe / São Cristóvão / São Cristóvão desenvolveu-se de acordo com o modelo urbanístico portugues

 

São CristóvãoSão Cristóvão, ex-capital de Sergipe, uma das cidades mais antigas do pais, data de 1590. Tombada pelo lphan em 1939, São Cristovão, a exemplo de Salvador, desenvolveu-se de acordo com o modelo urbanístico portugues, marcado pela divisão em cidade alta (onde se instalaram os poderes civil e religioso) e cidade baixa (área destinada sobretudo ao porto e a populaҫão mais pobre).

Atualmente o centro histórico de São Cristóvão se encontra em bom estado de conservaҫão, com ruas planas que convidam a um passeio a pé.

A presenҫa de um guia não é fundamental, mas os que oferecem os seus serviҫos (na praҫa de São Francisco, em frente ao Museu de Arte Sacra) mostram-se em geral bem informados. Só tome o cuidado de combinar antes o preҫo.

Quem se programar para uma refeiҫão em São Cristóvão terá uma grata surpresa com a culinária regional do Solar de Parati, na praҫa da Matriz, e logo ao lado, na Casa da Queijada, pode-se experimentar uma queijadinha deliciosa.

Saindo de Araju, a 23 quilometros de distancia, o melhor acesso a São Cristovão e a SE-004, conhecida como rodovia João Bebe Água.

Museus em São Cristóvão

Com um acervo de cerca de quinhentas peҫas, o Museu de Arte Sacra de São Cristovão, inaugurado em 1974, e um dos tres mais importantes do Brasil no genero (os outros são de São Paulo e o da Bahia).

Funciona no antigo convento franciscano, cujas obras, embora iniciadas em 1657, foram concluidas apenas em 1726. Entre suas preciosidades – que datam do seculo XVII – estão o Trono do Santíssimo, em madeira de cedro folheada a ouro, e dois Cristos crucificados, em marfim (praҫa São Francisco, s/n).

Na mesma praҫa está o Museu Histórico de Sergipe, onde móveis, objetos de decoraҫão e peҫas de vestuário aparecem dispostos em ordem cronologica. O museu ocupa um palácio do seculo XVIII erguido para ser a residencia dos presidentes da provincia. Em outubro de 2007, passava por restauraҫão (praҫa São Francisco, s/n).

Igrejas em São Cristóvão

Dos monumentos tombados pelo Iphan em Sergipe, a matriz de Nossa Senhora da Vitória e o mais antigo.

Sabe-se que a igreja foi erguida por jesuitas na primeira metade do século XVII. Parcialmente destruida durante a guerra contra os holandeses, passou por um restauro que representou quase uma reconstruҫão (praҫa da Matriz, s/n).

O conjunto formado pela igreja de Nossa Senhora do Carmo, a igreja da Ordem Terceira e o convento comeҫou a ser edificado em fins de 1600, mas as obras terminaram apenas na segunda metade do seculo XVIII. Todos os anos, a imagem do Senhor dos Passos e carregada pelos fieis durante a procissão da Semana Santa (praҫa Senhor dos Passos, s/n, Centro).

Construída possivelmente pelos invasores holandeses, a igreja Nossa Senhora do Amparo era mantida pela Irmandade de Amparo dos Homens Pardos, criada em 1690. Com sua extinҫão, ocorrida em 1902, a igreja passou aos cuidados do vigário de São Cristovão (trav. Do Amparo, s/n).

Grupos Folclóricos em São Cristóvão

A caceteira, um dos dez grupos folclóricos da cidade, esta entre as principais atraҫões de São Cristovão.

Guia de Turismo e Viagem de Sergipe

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: