Maracatu rural no Carnaval de Nazaré da Mata em Pernambuco

Maracatu Rural anima o Carnaval no interior de Pernambuco
Maracatu Rural anima o Carnaval no interior de Pernambuco

O maracatu é uma manifestação do folclore brasileiro que envolve dança e música.

Sua origem remonta a época do Brasil Colonial e consiste em uma mistura das culturas africana, portuguesa e indígena.

É portanto uma expressão genuinamente brasileira e foi criada no estado de Pernambuco, sendo presente, sobretudo, nas cidades de Olinda, Recife e Nazaré da Mata.

A modalidade carnavalesca também podem ser prestigiada no carnaval de Olinda, no bairro da Cidade Tabajara.

Maracatu rural no interior de Pernambuco

Na chegada a Nazaré da Mata, em Pernambuco, ainda na estrada, percebe-se que a cidade ganha um colorido nesta época do ano.

E não se trata de decoração carnavalesca, mas, sim, das roupas dos caboclos de lança que chegam barulhentos à cidade para o dia do encontro das nações de maracatu.

O tradicional cortejo com quase 100 grupos toma a praça da cidade de Nazaré da Mata, se renovando com as mulheres.

Maracatu Rural em Nazaré da Mata em Pernambuco

Com cerca de 30 mil habitantes e a uma hora, em média, da capital Recife, a cidade localizada na zona da mata pernambucana é o centro da cultura do maracatu rural (ou de baque solto), que está intimamente ligada às plantações de cana-de-açúcar, muito tradicionais em toda a região.

O som do batuque das alfaias (instrumento do maracatu de baque virado) não está ali.

O que move o desfile são as alegorias das roupas da corte e dos caboclos de lança, além dos mestres puxadores, que fazem a rima e conduzem o cortejo.

A figura do caboclo de lança, que simboliza a proteção dentro do cortejo, costuma ser encarnada por homens que são respeitados dentro das comunidades.

Mas agora isso não é mais regra. Nesta segunda-feira, um dos primeiros grupos a se apresentar foi o Coração Nazareno, formado apenas por mulheres de uma associação da cidade.

Se na tradição, o papel de mulher se resumia às rainhas da corte ou baianas e à confecção das roupas, o grupo prova que elas também podem ser as guerreiras do grupo. “Alguns ainda olham torto. Mas levantamos a nossa bandeira”, disse a mestra da agremiação.

Os maracatus rurais também podem ser vistos no carnaval de Olinda, no bairro da Cidade Tabajara.

Características do Maracatu

  • presença da religiosidade: características de religiões africanas;
  • danças elaboradas;
  • junção de dança e música;
  • figurinos coloridos e extravagantes;
  • mistura das culturas africana, portuguesa e indígena.

A espiritualidade é um traço característico nas manifestações do maracatu, sendo presente a sua relação com as religiões de matriz africana.

Saiba mais sobre o Maracatu Rural (Baque Solto)

As danças, que apresentam semelhanças com o candomblé, são bem elaboradas, especialmente as das baianas e das damas do paço.

Na maior parte das vezes são as baianas que cantam, no entanto, todos podem participar do coro.

Como surgiu o Maracatu?

O maracatu tem origem afro-brasileira e surgiu no estado de Pernambuco no século XVIII. Tem a sua expressão mais antiga datada de 1711.

Guia de Turismo e Viagem do Nordeste e Pernambuco

Leave a Comment

You have to agree to the comment policy.

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.