Pedra Rubi – Caracteristicas, Cores e Lapidação

O nome rubi vem do latim “rubeus ou “ruber” significando vermelho e é uma das pedras mais preciosas e raras do mundo.

O rubi é uma das pedras cardinais tradicionais para a confecção de jóias, junto com ametista, safira, esmeralda e diamante.

A pedra preciosa rubeus – vermelho do latim, significa a coragem de existir no mundo e, ainda, o fato de portar um acessório de grande requinte, símbolo presente no visual de grandes líderes e consumidores de artigos em versões exclusivas.

Pedra Rubi
Pedra Rubi

O rubi é o nome da variedade vermelho franco de um mineral, o corindon, que ele mesmo pode ter todas as outras cores sob o nome de safira, salvo o vermelho que é reservado exclusivamente ao rubi.

Todas as amostras de cornidon não possuem as qualidades requeridas de tranparência e de cor para ser considerados como gemas.

Ele foi muito tempo dito “carbunculo” confundido com o espinélio vermelho e a granada piropo. Somente no ano 1800 que ele é conectado, com a safira, ao grupo do corindon.

Cor vermelho sangue com um ponta de azul, com tonalidades notaveis, uma delas dita “sangue de pombo”, sendo a mais apreciada.

Nomeações tais como rubi do Sião ou rubi da Birmânia somente distinguem a cor, não a qualidade intrinsica.

Ele contém frequentemente inclusões (minerais, liquidos…), que não influem sobre a qualidade da gema, mas, ao contrario, garantem sua autenticidade em relação às pedras sintéticas.

Se elas são de rutilo, o rubi adquire um aspecto sedoso quando ele é lapidado em cabochão, estas minusculas agulhas de rutilo provocam o asterismo ou o olho de gato conforme a orientação da lapidação.

A presença de cromo modifica a cor que se repartido em bandas, ou declives, o ferro traz uma tonalidade castanha, que não é apreciada.

Falar de rubi, é falar da Birmânia de onde foram extraidos e são ainda produzidos os mais belos rubis do mundo, pelos quais os principes e Marajas indianos ficaram entusiamados.

O rubi é minerado na África, Ásia e na Austrália. Eles são mais comuns em Myanmar, no Sri Lanka e na Tailândia, porém também são encontrados em Montana e na Carolina do Sul nos Estados Unidos.

No Brasil, encontra-se pedras rubi em estados como Santa Catarina e na Bahia, entretanto, a incidência é baixa e o valor gemológico não se aproxima das gemas originárias em solos asiáticos.

Pedra Rubi - Caracteristicas, Cores e Lapidação

Algumas vezes ocorrem juntamente com espinelas nas mesmas formações geológicas ocorrendo confusão entre as duas espécies: no entanto, bons exemplares de espinelas vermelhas têm um valor próximo do rubi.

As gemas de rubi são valorizadas de acordo com várias características incluindo tamanho, cor, claridade e corte.

Por outro lado, rubis artificiais podem não conter imperfeições.

Alguns rubis manufaturados têm substâncias adicionadas a eles para que possam ser identificados como artificiais, mas a maioria requer testes gemológicos para determinar a sua origem. 

O maior rubi estrela do mundo é o Rajaratna, que pesa 495 g.

Principais Gemas e Pedras Preciosas
Principais Gemas e Pedras Preciosas

Nomes do rubi utilizados no mercado

  • birmanês ou oriental – geralmente considerado da melhor cor, que foi tradicionalmente denotada pelo termo sangue-de-pombo (de vermelho a vermelho ligeiramente violáceo em tonalidade escura média e saturação vívida)
  • sangue-de-bife – ligeiramente mais escura que a cor sangue-de-pombo
  • cor francesa ou cereja – ligeiramente mais claro que a cor sangue-de-pombo
  • tailandês, siamês ou do Sião, também chamado de rubi lamacento – (de vermelho escuro a vermelho amarronzado ou vermelho arroxeado)
  • do Ceilão ou Sri Lanka – (tem tonalidade clara) muitas vezes mais brilhante que as gemas birmanesas ou as tailandesas
  • africano (rio Umba) – tipicamente vermelho alaranjado 

Características da pedra rubi

O rubi (óxido de alumínio) possui características minerais que desponta entre as 5 gemas mais valiosas do mundo, dependendo de sua origem, lapidação e tonalidade. 

Todos os rubis naturais contêm imperfeições, de concoidal a irregular de brilho vítreo.

1. Dureza

Os corindons (rubi e safira), são as pedras mais duras depois do diamante, com uma dureza de 9 mohs.

2. Cor

Conhecer a coloração da pedra rubi que irá compor uma joia é fundamental para identificar também o seu valor, assim como a procedência e características naturais que a formaram, no caso das com origem mineral.

A cor principal do rubi é o vermelho, devido ao cromo, a tonalidade a mais procurada é o vermelho sangue de pombo.

Desta forma, se você deseja reconhecer a valorização de uma pedra rubi, saiba que a tonalidade do vermelho da gema não deve ser muito clara ou escura, pois nestes casos, a pedra preciosa perde em brilho característico.

Portanto, ao adquirir pingentes com pedra em rubi, por exemplo, certifique-se do brilho, coloração, e principalmente se são joias certificadas.

3. Transparencia

De transparente a opaco.

4. Lapidação

O mineral Coríndon dá origem a micro cristais em formato hexagonal (trigonal) e aspecto vítreo, presentes em basaltos, cascalhos e mármores, sendo frequentemente utilizado o tipo de lapidação cabochão, mas também encontrado em lapidação mista e facetada oval.

5. Tratamentos possiveis

Aquecimento seguido de resfriamento controlado, aquecimento e lento resfriamento, difusão (tratamento térmico acima de 1900ºC na presença de óxido de titânio ou outro agente colorante), tratamento térmico; tingidura com óleo, preenchimento das cavidades e fraturas com vidro.

6. Confusões possiveis 

Rubi sintético, granadas vermelhas, crisoberilo, espinélio natural ou sintético, doublet de safira com rubi sintético, doublet de rubi natural e doublet de granada e vidro.

7. Rubi natural x sintético

Muitas pessoas têm dúvidas quanto aos tipos de rubis, pois saiba que sim, existem pedras naturais originárias do Coríndon, mas também peças em beleza única em rubis sintéticos, alternativas que também agradam o público adepto às joias.

Enquanto as gemas naturais passam por processos de extração cuidadosos, o rubi sintético é desenvolvido para alcançar um brilho e coloração que atendam as características estéticas destes produtos.

Veja Identificar uma pedra preciosa ou gema é uma tarefa difícil

Comments are closed.

Hide picture