Home / Ilhas do Brasil / Arquipélago Fernando de Noronha / Pousadas e Hotéis em Fernando de Noronha

 

FERNANDO DE NORONHAUma das principais características de Fernando Noronha é a escassez de espaço físico e de recursos naturais; essa escassez, combinada com os rígidos controles ambientais da ilha, fazem com que o segmento hoteleiro de Noronha seja diferente dos demais centros turísticos do Brasil.

Até há alguns anos, antes da explosão de turismo, as únicas opções de hospedagem eram as pequenas pousadas que os residentes construíram a partir da remodelagem de suas próprias casas.

Essas pousadas em Fernando de Noronha ainda constitutem a maior parte da oferta de acomodação em Noronha. Todas passaram por melhorias, mas confortos habituais em outras localidades, como ar-condicionado, TV a cabo e piscina, são ainda considerados opcionais de luxo; e hóspedes são lembrados a economizar mesmo no tocante a itens mais básicos, como água e energia.

Felizmente, a beleza da ilha de Fernando de Noronha faz com que as pousadas fiquem em segundo plano.

Recentemente, algumas das antigas pousadas em Fernando de Noronha foram expandidas e ganharam status de hoteis de luxo (a Pousada do Zé Maria é o caso mais famoso); ao mesmo tempo, foram erguidos novos empreendimentos visando atender os turistas de maior poder aquisitivo que passaram a visitar Noronha (a Pousada Maravilha é um exemplo).

Os hoteis de Noronha foram divididos em categorias, de acordo com avaliação da Embratur; contudo, em lugar de estrelas, os hoteis foram graduados por Golfinhos.

As pousadas mais simples são classificadas com Um Golfinho, as intermediárias com Dois Golfinhos, e as mais equipadas com Três Golfinhos.

Relação de hotéis e pousadas em Fernando Noronha

MARAVILHA ($$$$$) – O nome da mais elegante pousada de Noronha já dá uma ideia do que você irá encontrar.

Não há maneira mais sofisticada de hospedar-se por lá do que reservando um dos quartos da Pousada Maravilha, principal point de celebridades e dos bacanas que chegam na ilha em jatinhos particulares.

A pousada conta 5 bangalôs para casais, onde o mimo maior é o o furô na varanda, e 3 apartamentos para até quatro pessoas. Todos oferecem camas king size, envoltos com lençóis e travesseiros de algodão egípicio, aparelhos de DVD com home theater e vista para a baía do Sueste.

Do ponto de vista da arquitetura, a Pousada Maravilha nem parece pousada. Com exceção da recepção na entrada, lembra mais uma casa de praia de gente grã-fina.

Tem uma grande sala central com estrutura feita com toras e grandes vidros de correr no lugar das paredes, que é para a brisa do mar entrar suave e garantir a feliz onipresença da vista para o Sueste. De um lado ficam sofás e cadeirões para leitura, do outro, o bar e as mesas do restaurante.

Saindo para varanda, há um deque de madeira com espreguiçadeiras, três largos futons brancos, que parecem chamá-lo a esticar-se neles, e a piscina com borda infinita.Ao fundo, ficam as acomodações em bangalôs independentes, espalhados por um jardim que garante a privacidade.

O atendimento é outro ponto forte. Para cerca de 20 hóspedes, são quase 30 funcionários, que desdobram-se em cortesias.

A arrumação no quarto, por exemplo, é constante. Sempre que voltar da praia, vai encontrar suas coisas arrumadas e o ar-condicionado regulado na temperatura certa.

O café da manhã é servido à la carte e no quarto, se assim você desejar. Tudo isso, claro, tem seu preço, que não é barato. Na alta temporada, que significa oito meses ao ano (exceto abril, maio e junho) mesmo as diárias mais em conta na Pousada Maravilha não saem por menos de R$ 1.200 para um casal. E só o café da manhã está incluído na diária.

Mesmo assim é preciso reservar com boa antecedência se quiser encontrar vaga. A Pousada Maravilha é para quem pode, ou não se importa em pagar uma fábula para passar dias de rei na ilha da fantasia do Brasil.

Onde Fica: BR-363, Praia do Sueste
Consulte: (81) 3619-0028, www.pousadamaravilha.com.br

ZÉ MARIA ($$$$) – A pousada líder de audiência do Brasil, foi também a precursora na nova geração de pousadas de luxo em Noronha, desde que os empresários paranaenses Paulo Fatuch e Carlos Nogueira se associaram ao pernambucano José Maria Sultanum.

A então pequena pousada domiciliar do Zé Maria, igual a tantas outras na ilha, que funcionava em casa pré-fabricada das mais simples, daria lugar a um conjunto de bangalôs responsáveis pelo início da nova onda de conforto em Noronha.

O Zé Maria continua recebendo seus visitantes com simpatia e dois dedos de prosa, de forma parecida a que costumava fazer na sala de estar de sua antiga pousada. Além disso, a vista continua estupenda para o Morro do Pico, que ali, curiosamente, exibe contornos fálicos.

Mas os hóspedes ganharam mordomias, da piscina com borda infinita à sala de massagens.

São 22 acomodações ao todo, divididas em três categorias. As tops são os bangalôs luxo, equipados com ar condicionado split, camas king size, TV de tela plana de 29″ com canais por assinatura, sofá e um varandão com banheira de hidromassagem, onde se pode tomar banho admirando a paisagem.
Já os apartamentos, embora menores e sem a varanda, não deixam nada a desejar em termos de aconchego.

Um detalhe interessante é que todas as acomodações foram construídas sobre palafitas, para que não fosse preciso fazer a terraplanagem do terreno e prejudicar o escoamento da água das chuvas.

A Pousada do Zé Maria dá exemplo em política ambiental, fazendo até mais do que o estipulado pela Associação Roteiros de Charme, da qual faz parte.

Boa parte do lixo é separado e encaminhado para reciclagem. Uma estação de tratamento de água foi instalada para reaproveitar parte da água e reduzir desperdícios. Os banhos são aquecidos por energia solar e uma horta orgânica abastece o restaurante com legumes e folhagens frescas.

O restaurante da pousada é um dos mais disputados da ilha. Especialmente às quartas e sábados quando o Zé Maria promove um festival gastronômico, uma comilança deliciosa onde são servidos de sushis a carne de sol, e com direito à música ao vivo.

Depois do jantar, segue o forró. O único problema da Pousada do Zé Maria é encontrar vaga. A taxa de ocupação média é 95% durante o ano inteiro, uma das maiores em todo o Brasil.

Onde Fica: Rua Nice Cordeiro, 1, Floresta Velha
Consulte: (81) 3619-1258, www.pousadazemaria.com.br

SOLAR DE LORONHA ($$$$) – Ao final de uma rua de terra no bairro da Floresta Velha esconde-se uma das mais novas pousada de charme de Noronha.

Em 2006, a Solar de Loronha abanadonou o grupo das pousadas domiciliares, passou por uma recauchutada geral e inaugurou oito bangalôs com tudo em cima.

A pousada fica no alto de uma colina, com vista para o Morro do Pico.

Uma passarela de madeira conduz aos bangalôs dispostos em duas fileiras. Os quartos são bastante confortáveis e aguardam a chegada de todo novo hóspede com flores e bombonzinhos. Peça o quarto número 4 ou o 8, que são os mais reservados.

Se a sua viagem for de lua-de-mel avise antes para a camareira deixar uma cestinha de frutas e a garrafa de champagne.

O café da manhã é servido à la carte no quarto, com tudo o que o hóspede escolher num cardápio que fica sobre a mesinha ao lado da cama.

A piscina é grande para os padrões noronhenses e fica na frente da pousada, escondida da rua pela tal cerca de bambu.

A localização é boa, próximo aos restaurantes e à Vila dos Remédios. Embora tenha vista para o mar, fica a 15 minutos de caminhada da praia do Cachorro, o mesmo tempo para a praia da Conceição seguindo a trilha que começa na vizinha Pousada da Filó.

ONDE FICA: Rua Nice Cordeiro, 38 A, Floresta Velha
CONSULTE: (81) 3619-1105, www.pousadasolardeloronha.com.br

TEJÚ-Açú ($$$$) – A mais nova integrante do grupo das pousadas tops da ilha, inaugurada a um ano, fica num local isolado, cercado de mato, na estrada que leva à Praia da Conceição.

Mas não está distante de tudo, bastam cinco minutos de caminhada para chegar à praia, e dez minutos para alcançar os restaurantes do bairro da Floresta Velha. O visual charmoso da Tejú-Açú encanta quem passa em frente.

O projeto arquitetônico lembra um pouco O estilo da Zé Maria, mas em proporções menores. Os bangalôs estão ali, construídos sobre palafitas, com estrutura armada com troncos de árvore de reflorestamento, espalhados ao redor da piscina. São seis bangalôs ao todo, com dois apartamentos de 40 metros quadrados em cada um, tamanho suficiente para até duas camas extras.

O piso é de tábua corrida, a luz, indireta, e a decoração, de bom gosto. Uma porta de correr em blindex esverdeado abre-se para a varanda onde repousa uma redinha branca. No centro de tudo, está a piscina, pequena mas interessante no formato triangular, cercada por sofazinhos e pufs, que os hóspedes aproveitam quando voltam dos passeios nos finais de tarde.

Já o restaurante ganhou posição de destaque, fica na frente da pousada, num mezanino sobre a recepção, e também atende não-hóspedes. Uma das sobremesas do cardápio ganhou fama que não para de crescer: o Romeu e Julieta (queijo com goiabada) em versão petit gateau, de goiabada com recheio cremoso e quente de requeijão.

ONDE FICA: Estrada da Alamoa, s/n
CONSULTE: (81) 3619-1277, www.pousadateju.com.br

POUSADA DO VALE ($$$) – Essa oferece várias vantagens. A primeira delas: os quartos impecáveis, com conforto digno de hotel.

São cinco quartos dentro da casa principal, e outros dois chalés duplex, inaugurados há um ano, com sala de estar e varanda. Todas as acomodações possuem TV de tela plana e aparelho de DVD. A Pousada do Vale não tem vizinhos, fica cercada de mato, num lugar muito tranquilo, ainda que bem próxima ao centrinho da Vila dos Remédios.

Basta subir uma ladeira histórica para apontar na rua da igreja. É uma boa para quem pensa em curtir os shows que rolam na Pizzaria Feitiço da Vila ou cair no forró do Cachorro. Até a praia mais próxima, são só cinco minutos de caminhada.

Outro ponto forte é o café da manhã, com frios, iogurtes, vários tipos de pães e sucos naturais.

Tem até café expresso. Tapiocas e omeletes são preparados na hora, basta escolher o recheio no cardápio que fica sobre a mesa e pedir para a cozinheira pela abertura para a cozinha, que é aberta, branca e limpa.

Os hóspedes tomam café juntos na mesma mesa, o que favorece uma interação, trocando histórias e experiências do dia anterior.

Como gentileza, é servido café da tarde, das cinco até às oito da noite, importantíssimo para segurar o apetite até o jantar depois de um dia de mergulho. Sem falar no peixe grelhado na f~lha bananeira que rola às quintas, e o rodízio de pizza aos domingos, ambos inclusos na diária. A Pousada do Vale gosta de agradar.

ONDE FICA: Rua Pescador Sérgio Lino, 18, Vila dos Remédios
CONSULTE: (81) 3619-1293, www.pousadadovale.com

DOLPHIN ($$$) – É tecnicamente o único “hotel” da ilha, embora não seja tão grande assim.

O Dolphin já foi a melhoracomodação de Noronha, mas ainda oferece bons quartos e uma agradável área social, com piscina (foi o primeiro a ter piscina em Noronha), bar e sauna.

O hotel fica na beirada da BR-363, próximo da sede do Tamar, onde rolam as palestras do Ibama, da Praia da Conceição e do Mirante do Boldró, onde a galera se junta nos finais de tarde para ver o pôr-do-sol. O restaurante é bastante elogiado, e também atendé não-hóspedes.

O almoço é servido em sistema de buffet e o jantar, em com pratos à la carte individuais.

ONDE FICA: BR-363, Boldró
CONSULTE: (81) 3619-1170, www.dolphinhotel.tur.br

SOLAR DOS VENTOS ($$$) – Você não irá encontrar nenhuma pousada a beira-mar em Fernando de Noronha.

Por questões ambientais, todas as construções ficam distantes o bastante para escapar aos olhos de quem caminha na praia. As exceções são as pousadas Maravilha e a Solar dos Ventos, que oferecem a vista para a Baía do Sueste, embora estejam a algumas centenas de metros de distãncia.

A pousada oferece ótimos chalés independentes, com varanda e rede, espalhados por um terreno amplo. São decorados com cores alegres, tem paredes de tijolinhos e todos são equipados com camas box e ar-condicionado split.

Além disso, a Solar dos Ventos cobra diárias bem em conta se comparadas as de outras pousadas de bom nível.

Será difícil encontrar custo-benefício igual. Para conseguir uma vaga adiante-se, pelos menos com três meses de antecedência, pois essa é uma das mais concorridas. Se conseguir, peça o chalé número 4 que tem a melhor vista, ou o 9 que fica num cantinho mais privativo, graças às cercas vivas do jardim.

A pousada fica no final da BR-363, longe do Forró do Cachorro, dos restaurantes, das palestras do Ibama e das outras praias. Mas isso não será problema se você estiver com um bugue alugado.

ONDE FICA: BR-363, Baía do Sueste
CONSULTE: (81) 3619-1347, www.pousadasolardosventos.com.br

POUSADA DO FRANCÊS ($$$) – Uma pousada charmosa, com nove apartamentos de 20 metros quadrados decorados com simplicidade e bom gosto. Os móveis são de madeira clara, o piso, de tábua corrida, e uma porta de vidro dá acesso a varanda externa, comprida e comum a todos os apartamentos, onde há redes para se esticar pela manhã.

Fica no bairro da Floresta Velha, a cinco minutos de caminhada da Vila dos Remédios.

ONDE FICA: R. da Consolação, 19, Floresta Velha
CONSULTE: (81) 3619-1192

MORENA ($$$) – Uma das mais tradicionais. Os três chalés maiores, batizados com nomes de praias (Cacimba do Padre, Sancho e Conceição), independentes da casa principal, é o que diferencia a Pousada da Morena entre outras domiciliares.

Nos chalés, há camas king size, TV de tela plana e até computador conectado à internet. Mas podiam cobrar um pouco menos pelas diárias.

A pousada é decorada com quadros e objetos de arte produzidos pela própria dona. Piscina não tem, mas em compensação há um gramadão com bancos para observar a vista e tomar sol. Ao lado da pousada funciona o restaurante Trattoria da Morena, que serve as melhores massas de Noronha.

ONDE FICA: R. Nice Cordeiro, 2600, Floresta Velha
CONSULTE: (81) 3466-4300, www.karitas.com.br

BECO DE NORONHA ($$$) – A casa é de madeira, como tantas outras pousadas domiciliares, mas não é térrea como a maioria, tem dois andares. A largura das paredes e solidez das portas também indicam que a Beco de Noronha não se trata de uma pousada domiciliar qualquer. No ranking do Sebrae recebe classificação de dois golfinhos.

Tem quartos mais espaçosos, decorados com bom gosto e algumas peças rústicas de artesanato – as luminárias, por exemplo, são feitas com papel higiênico e galhinhos de árvore. Há opções de quartos duplos e triplos. Todos são equipados com ventilador de teto, ar condicionado, frigobar, banheiro privativo com água quente, cama box, TV e telefone.

As áreas sociais se resumem a sala de estar com TV e cadeirões de palha, um mini cyber café conectado a Internet, e ao chamado cantinho japonês, com dois futons dispostos ao lado de um jardinzinho interno. A Beco de Noronha é uma graça.

ONDE FICA: Quadra P, bloco 3, Floresta Nova
Consulte: (81) 3619-1568, www.becodenoronha.com.br

AS POUSADAS DOMICILIARES

Não pense, no entanto, que Noronha vai passar por um boom de pousadinhas de charme. A hospedagem típica continua sendo as pousadas domiciliares. Mas mesmo elas deram um louvável salto em direção ao conforto.

Em nada lembram aquelas antigas pensões de banheiros coletivos, onde os hóspedes emprestavam a geladeira da cozinha para guardar os alimentos que compravam no mercadinho mais próximo.

Estimuladas pela administração local e com ajuda de especialistas do Sebrae, os pousadeiros aprenderam a encarar a atividade de forma mais profissional. Receberam treinamentos sobre tudo o que diz respeito ao bom funcionamento de uma pousada: como fazer reservas, arrumar os quartos, preparar o café da manhã…

Tudo bem que a maioria das domiciliares ainda funciona em casas de madeira pré-fabricadas, já que fica caríssimo trazer tijolos e cimentos do continente. Mesmo assim, pela limpeza e arrumação, são capazes de agradar até os turistas mais exigentes. Quase todas já oferecem quartos com ar condicionado, banheiro privativo e frigobar.

As pousadas que conseguiram se adequar as propostas da administração da ilha ganharam placas azuis, como a sigla HD (Hospedaria Domiciliar), uma espécie de selo de qualidade, que você verá afixado ao lado da porta de entrada de cada uma delas.

Para completar, desde 2001, o Sebrae passou a classificar as pousadas com um a três golfinhos. A lista você encontra no site www.noronha.pe.gov.br, embora esteja bastante desatualizada no momento.

Talvez a única coisa que ainda não mudou nas pousadas de Noronha é o atendimento, que embora tenha se profissionalizado, continua informal e muito caloroso.

Os donos, geralmente, estão sempre por perto, moram num cômodo anexo à casa principal, e isso faz toda a diferença. Tanto que o nome da pousada é quase sempre do próprio dono: Pousada Da Maga, Pousada do Tio João, Pousada do Marcílio e por aí vai … Nisso Noronha não mudou.

ESTRELA DO MAR ($$) – Esta pousada é um dos melhores achados na relação custo-benefício.

No estilo, lembra a Pousada Solar dos Ventos, com os chalés de madeira independentes, com varandinha e rede, espalhados pelo gramado.

Mas não oferecem vista para o mar. Fica no alto de um morro, aos fundos do bairro da Floresta Nova, a cerca de 15 minutos de caminhada da praia do Cachorro.

A pousada não cobra preços absurdos pelas diárias, que aliás são bem razoáveis para a categoria da hospedagem nos padrões locais.

Talvez por conta da distância até a praia. Os quartos são simpáticos, dispõem de cama king size e banheiros bem arrumadinhos.

Qualquer coisa que precisar, alugar um carro, fazer um passeio, visitar a praia do Atalaia, ou até reservar uma mesa no restaurante, é só falar na recepção que o funcionário vai cuidar de tudo para você.

ONDE FICA: Alameda da bela Vista, s/n, Floresta Nova
CONSULTE: (81) 3619-1366, www.pousadaestreladomarfn.com.br

ALGAS MARINHAS ($$) – A pousada Algas Marinhas é o melhor exemplo de como fazer uma pousada domiciliar com charme e bom gosto.

Por fora, não passa de uma casa térrea de madeira pré-fabricada, na cor verde-limão.

Mas por dentro, os hóspedes encontram quartos confortáveis e muito bem decorados.

As paredes são texturizadas e pintadas com cores alegres, as luminárias na mesinha de cabeceira são feitas em  artesanato de palha para dar uma luz indireta. Há uma cômoda com gavetas e cabideiro para ajeitar as roupas, e os banheiros são limpos e com box em blindex.

Casais em luz de mel ganham boas vindas com uma bandeja de frutas, bombons e garrafa de vinho.
Por tudo isso, cobra-se um pouco mais nas diárias do que a média de outras hospedarias, mas ainda assim vale muito a pena. É dificil não gostar da Algas Marinhas.

ONDE FICA: Alameda das Flores, 118, Floresta
Nova CONSULTE: (81) 3619-1911, www.pousadaalgasmarinhas.com.br

MARCÍLIO ($$) – Um bom meio-termo entre as domiciliares e as pousadas consideradas  “intermediárias”.

O corredor estreito da casa principal, de alvenaria, dá acesso aos cinco quartos internos. No fundo ficam os oito chalés, maiores e com varanda, um pouco mais caros do que os quartos.

A pousada do Marcílio fica na beira da BR 363, próximo ao projeto Tamar, e de alguns bons restaurantes, como o Tartarugão, do Hotel Dolphin e das pousadas do Zé Maria e Tejú-Açú.

Pela proximidade com as praias do Boldró e da Cacimba do Padre costuma estar cheia de surfistas no período das ondas, que vão de dezembro a fevereiro. Para saciar a fome de quem pega onda, o Marcílio costuma caprichar no café da manhã, servido até às 10h.

ONDE FICA: Alameda Boldró, s/n
CoNSUlTE: (81) 3619-1392, www.pousadarmarcilio.com.br

DA FILÓ ($$) – Os melhores quartos ficam nos chalés ao fundo da pousada.

Piso frio, paredes de tijolinhos, cama box, varanda com rede, vista para o Morro do Pico (sempre ele). É uma boa para quem não liga para luxo mas não abre mão de um lugar confortável para ficar.

Dona Filó se orgulha da suíte master, cujo diferencial para os outros chalés é a antessala separada do quarto por uma porta de vidro e uma TV de tela plana de bom tamanho com aparelho de DVD.

A piscina certamente decepciona, mas ninguém vai à Noronha nadar num tanque artificial com aquelas praias todas à disposição.

ONDE FICA: Rua das Pernanbucanas, 30, Floresta Velha
CONSULTE: (81) 3267-5779, www.pousadadafilo.com.br

DO MANO ($) – Uma das domiciliares mais ajeitadinhas e de melhor custo-benefício.

Tem uma salinha de estar simpática logo na entrada, onde fica o sofá, a estante com TV e objetos de decoração com temas náuticos.

Os quartos ao longo do corredor têm piso frio, são brancos e bem limpos, assim como os banheiros, que têm chuveiros com aquecimento solar.

Na recepção, os hóspedes podem usar o computador para descarregar suas fotos digitais.

Quem for mergulhar pode alugar na pousada mesmo uma câmera digital com caixa estanque para fazer fotos subaquáticas, com preço aproximado de R$ 100 ao dia.

A Nilda, proprietária, garantiu que o café da manhã também não decepciona.

ONDE FICA: R. da Harmonia, 4, Floresta Nova
CONSULTE: (81) 3619-1262, www.pousadadomano.com.br

DA MAGA ($) – A casa de madeira pré-fabricada, numa esquina do bairro da Floresta Nova chama a atenção pelo varandão em volta, cheio de redes brancas. A Maga, a dona, diz que todo mundo comenta sobre a varanda, mas “a pousada inteira é gostosa”, garante.

O livro de hóspedes pelo menos não desmente a simpática senhora, cheio de rasgados elogios tanto a pousada quanto ao atendimento da Maga.

A pousada não oferece luxo, nem nada de especial em comparação a outras boas pousadas domiciliares.Mesmo assim, cobra um pouco acima da média, pelo menos na alta temporada. Na baixa, o valor compensa.

ONDE FICA: Conj. Residencial, quadra J, Floresta Nova
CONSULTE: (81) 3619-1387

COLINA DOS VENTOS ($) – É uma casa de paredes lilás, sem placa na porta, próxima à Vila do Trinta.

O diferencial dela é a localização, que, como o nome indica, fica no alto de uma colina, com vista para o mar. Os quartos são básicos, voltados para um avarandado comum a todos, com redes e sofás. Reserve o 5 ou o 6, que têm melhor vista.

ONDE FICA: Estrada da Colina, 6, Vila do Trinta
CONSULTE: (81) 3619-1257, www.pousadacolinadosventos.com.br

MONSIEUR ROCHA ($) – Bem conhecida na ilha, fica na Vila do Trinta, e parece uma simpática casa de praia, maior e mais arejada do que as típicas casas pré-fabricadas.

A varanda logo na entrada oferece sofás e redes para os hóspedes que chegam cansados dos passeios. Os quartos são confortáveis, com tv, telefone, frigobar e ar-condicionado.

ONDE FICA: R. D. Juquinha, 139, Vila do Trinta
CONSULTE: (81) 3619-1227

TIA ZETE ($) – A Tia Zete é uma das moradoras mais antigas de Noronha, uma espécie de “instituição” da ilha.

Tem hóspede que vai lá só por causa dela. A atriz Luana Piovani que o diga, frequentadora assídua da pousada Tia Zete, que fica numa casa de alvenaria, numa rua asfaltada de acesso à Vila dos Remédios.

Os quartos, com ar-condicionado, frigobar e cama box, estão localizados no terreno ao fundo da casa, 12 ao todo.

ONDE FICA: Rua Nice Cordeiro, 8, Vila dos Remédios
CONSULTE: (81) 3619-1242

ALAMOA ($) – Se tudo o que você quer é uma cama com preço justo, sem luxo, mas com atendimento simpático, anote o nome dessa pousada.

A casa é pré-fabricada, como tantas outras, e os quartos tem apenas o básico (ar-condicionado, TV e frigobar). Mas o café da manhã é competente, a localização, boa, e a varanda bem agradável.
Piscina não tem, mas em Noronha isso não faz muita falta.

ONDE FICA: Alameda das Acácias, 2, Floresta Nova
CONSULTE: (81) 3619-1839, www.pousadaalamoa.hpg.ig.com.br

POUSADA ATLÂNTICA ($) – Junto com as pousadas do Mano e A1amoa, é outra ótima opção entre as domiciliares com preços mais camaradas na Floresta Nova, o bairro também conhecido como “vila das casas de madeira”. A sala é arrumadinha e os quartos, limpos.

ONDE FICA: Alameda das Acácias, s/n, Floresta Nova
CONSULTE: (81) 3619-1346.

ALEFFAWI ($) – Os quartos na casa principal tem paredes de madeira, no fundo ficam os de alvenaria, ao lado de uma pequena piscina.

Todos tem o básico: ar, TV e frigobar. E o preço é o mesmo. A varanda na lateral é agradável e com redes.

Fica na BR-363, próximo ao Tamar, boa localização para quem vai a Noronha surfar. Uma vantagem é a parceria com uma agência local que dá descontos nos passeios.

ONDE FICA: BR-363, Boldró
CONSULTE: (81) 3619-1318, www.aleffawi.com.br

CORAIS ($) – Um pouco maior do que as domiciliares pré-fabricadas.

Tem piscina na frente, cozinha aberta e organizada (que os hóspedes podem usar), sala de jantar e três quartos com paredes de alvenaria, para quem se incomoda com o cheiro suave de verniz dos quartos com paredes de madeira. Mas cobra um pouco acima da média.

ONDE FICA: Quadra D, casa 7, Floresta Nova
CONSULTE: (81) 3619-1147, www.pousadacorais.com.br

AGULHÃO ($) – Típica hospedaria em casa pré-fabricada. Os quartos seguem o padrão da ilha, sem nada de especial. Mas não cobra caro. Tem piscina no quintal.

ONDE FICA: Alameda das Acácias, I, Floresta Nova
CoNSUlTE: (81) 3619-1368, www.pousadaagulhao.com.br

RECANTO ($) – Parece um pequeno hotel, desde a fachada, com vidros fumês, à recepção, mas
os quartos não impressionam tanto, meio apertados. O número 2 é o único com cama box. Opção de quartos triplos e quádruplos.

ONDE FICA: Rua da Consolação, 118, Vila dos Remédios
CONSUITE: (81) 3619-1236, www.pousadarecanto.com.br

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: