Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Baía de Todos os Santos / Principais Ilhas na Baía de Todos os Santos

 
Ilha dos Frades na Baía de Todos os Santos

Ilha dos Frades

Baía de Todos os Santos, é a segunda maior Baía do Mundo, é a maior da Costa Litorânea Brasileira.

A Baía de Todos os Santos foi descoberta em 1º de novembro de 1501. É daí que vem o nome com o qual foi batizada, já que nesta data é celebrado o “Dia de Todos os Santos”.

A Baía de Todos os Santos é uma reentrância da costa litorânea brasileira localizada no estado da Bahia, é a segunda maior baía do mundo, depois do Golfo de Bengala e a maior do Brasil.

Para se ter uma ideia da dimensão desta baía, ela tem aproximadamente a área do município do Rio de Janeiro, segunda maior metrópole do Brasil.

A larga e profunda baía encantou navegadores, piratas e colonizadores, bem como despertou o interesse do governo português por ser um excelente ancoradouro natural, um estratégico sítio defensivo, com águas piscosas e terras com boa fertilidade.

Salvador, berço da civilização colonial lusa nas Américas, a Baía de Todos os Santos abrigou o maior porto exportador do Hemisfério Sul, de onde eram enviados às metrópoles europeias a prata boliviana e o açúcar brasileiro, sendo o porto de Salvador o que mais recebeu escravos africanos do Novo Mundo.

Penetrando 80 km adentro no continente, a Baía de Todos os Santos possui um contorno litorâneo de 300 km, sendo na realidade um pequeno golfo composto por três baías, sendo a Baía de Aratu, que abriga atualmente as instalações do Porto de Aratu e da Refinaria Landulfo Alves.

Suas margens possuem uma das maiores reservas de petróleo em terras continentais do Brasil.

De uma barra à outra da baía medem-se 14 metros de amplitude, sendo que da Ponta da Penha até a Ponta de Itaparica temos aproximadamente 9 km de extensão.

A borda leste da Baía de Todos os Santos é marcada por uma retilínea e íngreme escarpa tectônica, a escarpa de Salvador, o mais belo exemplo de um antigo bordo cristalino de fossa tectônica costeira existente em toda a América do Sul.

Por possuir muitas vistas panorâmicas do alto da escarpa, a cidade de Salvador é conhecida também como cidade-belvedere.

Baía de Todos os Santos tem 56 ilhas, sendo que as principais são ilha de Itaparica (maior delas), ilha da Maré, ilha dos Frades, ilha Cajaíba, ilha da Bimbarra, ilha das Vacas, ilha das Canas, ilha de Bom Jesus e ilha do Medo.

Mapa Turistíco da Baía de Todos os Santos

Mapa Turistíco da Baía de Todos os Santos

Veja o mapa da Baía de Todos os Santos

Principais ilhas na Baía de Todos os Santos

Ilha Bimbarras

Um misto de praias paradisíacas, mangues, mata atlântica preservada, pastos e, como show extra, revoada diária de pássaros multicoloridos. Assim e a exuberante paisagem dessa ilha que, graças ä beleza e a biodiversidade, foi transformada em área de preservação pelo Ibama.

O turismo, de baixa intensidade, alia-se a rotina de uma fazenda produtiva, localizada bem no centro da ilha.

Ilha Bimbarras na Bahia

Ilha Bimbarras na Bahia

Por ser particular, visitantes devem solicitar agendamento prévio para desfrutar das belezas intocadas de praias bucólicas e desertas. Acesso apenas por barcos e escunas particulares. Romântica, boa para mergulho, esportes náuticos e crianças.

Ilha de Bom Jesus dos Passos

A Ilha de Bom Jesus dos Passos esta entre as Ilhas de Madre de Deus e a dos Frades, coberta por floresta e manguezais, a Ilha de Bom Jesus dos Passos conta com um mar calmo e azul, próprio para banho, pesca e esportes náuticos.

Ilha de Bom Jesus dos Passos

Ilha de Bom Jesus dos Passos

Uma ampla área de camping recebe os banhistas que procuram, principalmente, as praias da Pontinha e da Ponta do Padre.

A Igreja de Bom Jesus dos Passos, que dá o nome a ilha, foi erguida em 1776 e é uma das atrações locais. Romântica, boa para mergulho, esportes náuticos e crianças.

Com 1.465 habitantes, tem a menor população entre as três ilhas que pertencem a Salvador.

Bom Jesus dos Passos se destaca pela religiosidade.

O mar do local possui águas calmas, ideal para a pesca e para a prática de esportes náuticos.

O acesso a Bom Jesus dos Passos é feito através de embarcações que partem do município de Madre de Deus, localizado a 65 quilômetros de Salvador.

A Igreja local teve construção iniciada em 1766 e atualmente está aos cuidados da Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos, fundada em 1815. Em todo mês de janeiro, a população local realiza uma grande festa em homenagem ao padroeiro da ilha.

O louvor a Bom jesus dos Passos dura 20 dias.

Os moradores da ilha em geral vivem da agricultura de subsistência e da pesca de peixes e mariscos.

Para o que quiserem ficar mais tempo no local, Bom Jesus dos Passos possui ampla área para camping.

Ilha dos Frades

A Ilha dos Frades é uma das menores da Baía de Todos os Santos, e ao mesmo tempo, uma das mais importantes, devido ä biodiversidade e a mata atlântica preservada. Seus primeiros habitantes foram os índios tupinambás.

Ilha dos Frades - Guia de Turismo

Conta a história que, após um naufrágio, religiosos que conseguiram chegar ä ilha foram devorados por eles, dando origem ao nome. A orla tem extensão de 8 km e conta com praias de mar calmo e águas límpidas.

As mais indicadas são: Loreto, onde esta a Igreja de Loreto e ótima para banho; Paramana, endereço de um vilarejo de pescadores; Tobar, deserta e com recifes; e Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, famosa pela lagosta que serve como aperitivo. Agitada, romântica, boa para mergulho, esporte náutico e crianças.

Do alto da igreja de Nossa Senhora de Guadalupe é possível ver as águas tranquilas que cercam a Ilha dos Frades. Rodeado por Mata Atlântica, o pequeno paraíso, que possui oito quilômetros de extensão, ocupa um território que lembra o formato de uma estrela de 15 pontas. Em cada uma delas fica uma praia.

O monumento histórico, turístico e arquitetônico da Bahia possui um formato quase circular. No século XIX, o forte foi o local de prisão do general Bento Gonçalves, durante a Revolução Farroupilha.

A chegada na Ilha dos Frades, para quem partiu do Terminal Náutico do Comércio, é pela praia de Nossa Senhora de Guadalupe. A ilha possui ainda outras três praias que são muito visitadas pelos turistas: Loreto, Viração e Paramana.

A praia do Loreto possui mar calmo e águas transparentes, em meio à vasta mata, onde fica a igreja de mesmo nome. Na praia da Viração também de águas claras. Ela é cercada de vegetação densa, mas o destaque são os arrecifes.

Em Paramana, o grande atrativo é o pequeno vilarejo de pescadores.

Já a praia de Nossa Senhora de Guadalupe é bastante conhecida pela culinária, principalmente pelos peixes, lagostas e camarões. Outras atrações da Ilha dos Frades são duas igrejas: Nossa Senhora do Loreto e Nossa Senhora de Guadalupe, ambas do século XVII.

No local também há pequenas pousadas, que oferecem café da manhã para os que quiserem aproveitar o local por mais tempo.

Ilha de Itaparica

A Ilha de Itaparica é a maior ilha da Baía de Todos os Santos possui cerca de 246 km2 de vegetação exuberante, manguezais e belas praias. A orla, com uma extensão de 40 km, encontra-se a 14 km de Salvador e é ligada ao continente por meio da Ponte do Funil, que da acesso a cidade de Itaparica.

Ilha de Itaparica - Praia da Penha

Outras alternativas são os transportes marítimos, que partem de Salvador. Devido aos recifes que cercam a ilha, suas águas são calmas em quase toda a extensão. As praias, de águas cristalinas, são cercadas por mata nativa e coqueirais.

No centrinho da ilha há diversos casarões históricos, alem de vilas de pescadores, remanescentes dos índios, os nativos da região.

As praias mais indicadas são: Ponta de Areia, a mais estruturada da ilha e ponto de partida para passeios a outras ilhas da região; Ponta do Mocambo, enseada de difícil acesso, usada como praia de nudismo não oficial; Penha, um luxuoso condomínio freqüentado pelos próprios proprietários; e Cacha Pregos, de onde partem os barcos para o chamado Pantanal Baiano.

Agitada, romântica, boa para mergulho, esporte náutico e crianças.

Ilha de Madre de Deus

Em 1989, a Ilha de Madre de Deus, então distrito de Salvador, ganhou emancipação e passou a ser município.

Ilha de Madre de Deus

Ilha de Madre de Deus

Com a instalação de bases petrolíferas da Petrobras, viu sua população aumentar, o que contribuiu para o processo de desenvolvimento. As praias, quase todas urbanizadas, possuem mar calmo e água cristalina.

Apenas a Ponta do Suapé e imprópria para banho, por conta do mar perigoso. Agitada, boa para surfe, mergulho, esportes náuticos e crianças.

Ilha da Maré

A Ilha da Maré esta localizada no centro da Baía de Todos os Santos, integra o município de Salvador e tem cerca de 14 km2 de mata atlântica, mangues, coqueirais e praias. Ainda primitiva, e dividida em vários povoados, que vivem, principalmente, da pesca e do artesanato.

Ilha da Maré - Praia das Neves

Artesanato, alias, muito conhecido pelas peças confeccionadas com renda de bilro.

Entre as praias, as mais indicadas são: Itamoabo, onde o “jeguetour” leva o visitante leva o visitante para passear; Neves, onde se localiza a histórica Igreja de Nossa Senhora das Neves, do século 16; e Botelho, com excelente vista para a Baia de Todos os Santos. Romântica, boa para mergulho, esporte náutico e crianças.

A ilha é uma antiga aldeia de pescadores, famosa pelo peguarí, um molusco encontrado em abundância no local. A moqueca de peguarí é uma das especialidades da culinária da ilha.

A travessia para a ilha é feita a partir do Terminal Hidroviário de São Tomé de Paripe, no subúrbio de Salvador, e dura cerca de 45 minutos.
Outra atração de Ilha de Maré são as rendeiras de Bilro, que produzem panos, caminhos de mesa e coletes de renda. Os produtos fazem sucesso entre os turistas.

Uma curiosidade da Ilha de Maré é que ela é a localidade com maior porcentagem de população negra em toda Salvador.

De acordo com Joilson Rodrigues Souza, coordenador de disseminação de informações do IBGE, aproximadamente 93% dos habitantes da Ilha de Maré são negros. Ao todo, 4.236 pessoas vivem no local.

Quem quiser estender a vista à ilha, há pousadas no local com vista privilegiada para a Baía de Todos os Santos.

Ilha de Matarantiba

Entre as atrações, a mais conhecida e a Fonte do Tororó.

Ilha de Matarantiba

Ilha de Matarantiba

Trata-se de uma queda d’água entre as pedras que, na maré alta,desemboca praticamente dentro no mar durante a baixa, forma uma fonte de água doce em plena praia e em meio a uma vegetação densa dentro do manguezal.

Já a Praia da Barra Falsa conta com dunas de areia branca e água esverdeada e cristalina.

Ideal para o banho de mar. E muito procurada, tambem, por praticantes de surfe e bodyboard. Os passeios ecológicos pela ilha também atraem muitos visitantes. Romântica, boa para surfe, mergulho, esportes náuticos e crianças.

Ilha do Medo

Envolta em lendas, seu nome faz jus ä fama. No século 19, a Ilha do Medo serviu para uso militar e de refogo para leprosos que eram colocados de quarentena.

Ilha do Medo na Bahia

Ilha do Medo na Bahia

Por conta disso, uma das lendas locais mais contadas pelos nativos e a de que as almas desses internos ainda assombram a ilha. Outra versão tem um padre como personagem, condenado a perambular pelas trevas por se negar a celebrar uma missa pela qual havia recebido.

Tem ainda uma outra bastante notória: a de um pescador que teria visto uma Miler soltando fogo pela boca e, ao contar o relato, o pobre homem ficou mudo para sempre.

Mas, com ou sem assombrações, a ilha e uma Área de Proteção Ambiental e, por não possuir fontes de água doce, não e habitada.

Tem a restinga como vegetação predominante e conta com exuberantes arvores de mangues. Banhos de mar são mais aconselháveis durante a maré alta, devido aos bancos de areia. Boa para surfe, mergulho, esportes náuticos e crianças.

Ilha das Vacas

Ilha das Vacas na Bahia

Ilha das Vacas na Bahia

Ilha particular, praticamente desabitada, com uma única casa estilo colonial e muitas vacas espalhadas em currais. Por isto se chama “Ilha das Vacas”.

Ilha das Canas

Ilha das Canas na Bahia

Ilha das Canas na Bahia

A Ilha das canas é praticamente desabitada.

Principais ilhas na Baía de Todos os Santos

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto:
Hide picture