Home / Nordeste Guia Turismo / Paraíba / Litoral / História do índio que mantém viva a tradição do povo Macuxí na Paraíba

 

Território Macuxí PB

O Território Macuxí é uma propriedade que está às margens do Rio Gurugi e que abrange diversos ecossistemas como mangue, tabuleiro litorâneo e mata atlântica.

O local é um convite ao contato direto com a natureza.

O visitante pode acampar no Território Macuxí, fazer trilhas ecológicas, tomar banho de argila branca, de bica e de piscina natural, podendo ainda andar de caiaque e degustar das muitas frutas de épocas colhidas no pé, como manga, acerola, araçá e mangaba.

Dia 19 de abril no Brasil comemora-se o dia do índio. Mas essa data para os indígenas não tem nada de comemoração e sim de luta contra o preconceito e também por direitos.

No Brasil, há cerca de 1 milhão de indígenas de mais de 250 etnias distintas, segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai). A Paraíba tem mais de 25 mil índios segundo dados do IBGE, sendo o quarto estado nordestino que concentra a maior comunidade indígena.

A área que mais concentra os tabajaras é o Litoral Sul da Paraíba, como os municípios do Conde, Alhandra e Pitimbu. Já os potiguaras, que já possuem áreas demarcadas, estão concentrados nas cidades de Baía da Traição, Marcação e Rio Tinto, que ficam no Litoral Norte.

Veja o vídeo sobre o Território Macuxí e Descobrir o Naturismo

    Júlio Macuxi, nascido em Belém do Pará, Julindo como é conhecido, morou em Brasília e veio para a Paraíba morar com sua esposa e filhos com o desejo de reviver a história de seus antecedentes e criar os filhos no equilíbrio entre a cidade e o campo.

    O proprietário do Território Macuxi, lugar famoso por receber visitantes e amantes da natureza. Julindo nos contou um pouco sobre a luta e os desafios para manter a cultura indígena nos dias atuais.

    “A situação da maioria das etnias indígenas não muda nesse país a não ser para pior . Você pode imaginar que se falta quase tudo para as minorias civilizadas traídas por seus governantes, nada é feito pelos índios, tidos como ‘inúteis’ para boa parte dos parlamentares, principalmente os ligados ao agronegócio”

    Para se sustentar e também propagar a cultura indígena, Júlio criou o Território Macuxí, localizado no município do Conde, a 30 km de João Pessoa, atraindo turistas interessados em viver uma experiência de contato com a natureza.

    ‘O que vejo é que alguma etnias estão promovendo uma espécie de turismo eco cultural, trazendo os visitantes para sua terra e mostrando seus costumes como dança, artesanato, alimentos e isso tem sido proveitoso como troca cultural, mantendo assim a cultura indígena sempre presente’, disse o índio.

    Pelo que vimos a data de hoje é importante não só para o protagonismo indígena, mas também para chamar a atenção das pessoas interessadas na defesa dos direitos indígenas.

    Família mantém tradições indígenas e atrai turistas no Litoral Sul da PB

    Perto das praias badaladas do litoral sul da Paraíba vive uma família que assumiu o compromisso de manter viva a tradição indígena de seus ancestrais e oferece a visitantes e curiosos a oportunidade de experimentar a rotina dos primeiros habitantes do Brasil. O Território do Macuxi fica no município do Conde, a 30 km de João Pessoa, e atrai turistas, naturistas ou não, interessados em viver uma experiência de contato com a natureza pagando R$ 20.

    A atração é explorada pela família Macuxi. Nas trilhas da natureza, próximo ao rio Guruji, eles buscam reviver a história dos seus ancestrais na reserva natural, buscando inspiração para viver melhor e desenvolvendo um trabalho de educação ambiental através do ecoturismo, vivências e lazer.

    “Somos um povo muito musical, dançante, feliz, graças a Deus, e muito cheio de ‘curumim’. Felicidade e harmonia é o que a gente tenta plantar aqui”, explicou Julindo Macuxi, descendente de índios macuxi que vive no território com sua esposa Elaine Macuxi (também descendente de índios, mas da tribo Cariri) e seus filhos.

    Nascido em Belém do Pará, Julindo morou em Brasília e veio para a Paraíba morar com sua esposa e filhos com o desejo de reviver a história de seus antecedentes e criar os filhos no equilíbrio entre a cidade e o campo. E essa proposta é um dos maiores atrativos do lugar.

    Visitantes são bem vindos no Território Macuxí

    O preço cobrado permite acesso à comunidade onde é possível tomar banho de argila, de rio, fazer trilha na mata, pegar fruta no pé e fazer parte da rotina da família Macuxi no território onde também funciona a sede do Movimento Naturistas Unidos (NU). Mas, naturistas ou não, todos são bem vindos no local.

    As delícias oferecidas pelo local ainda incluem acampar, fazer trilhas, tomar banho de rio e bica, andar de caiaque, comer as frutas da época e tomar banho de ‘tabatinga’, um banho de barro branco.

    O passeio pelo território pode durar um dia inteiro, mas o visitante não pode poluir, desmatar, caçar ou atear fogo. A visita é feita por agendamento.

    Acesso pela PB-008

    Para chegar ao Território Macuxi, o visitante que sai de João Pessoa precisar seguir pela PB-008 até o binário de Jacumã. Todo o trajeto é asfaltado e o trecho de barro é de cerca de 500 metros de tráfego fácil, já dentro do Território. A região é sinalizada, facilitando a chegada do visitante.

    Naturismo na Paraíba

     
    Share this page
     

    Deixe uma resposta

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

     
     
     
    %d blogueiros gostam disto: