Home / Nordeste Guia Turismo / Maranhão / São Luís do Maranhão / Igreja da Sé ou Igreja de Nossa Senhora da Vitória em São Luís do Maranhão

 
Igreja da Sé em São Luís do Maranhão

Igreja da Sé em São Luís do Maranhão

A Igreja da Sé, ou Igreja de Nossa Senhora da Vitória, é a Catedral de São Luís do Maranhão.

Localizada no Centro Histórico da cidade, a Igreja da Sé é um dos pontos turísticos da região.

Vale a pena admirar a sua fachada e entrar na igreja para conhecer as suas riquezas.

Construída em 1762 pelos Jesuítas, a igreja foi dedicada a Nossa Senhora da Vitória.

Conta a história que a Santa apareceu na Batalha de Guaxenduba em que portugueses lutavam para expulsar os franceses das terras maranhenses.

Como os portugueses estavam em minoria, a santa apareceu para animá-los e transformou areia em pólvora e seixos em projéteis.

 

Ao final, os portugueses conseguiram expulsar definitivamente os franceses da terra.

Por isso, a Nossa Senhora da Vitória é considerada a padroeira de São Luís.

A Igreja da Sé recebeu seu nome e uma escritura em latim com referência a santa.

Em 1922, com a construção da segunda torre, a igreja ganhou o estilo neoclássico que apresenta até os dias de hoje.

Na construção anexa, funciona a Arquidiocese de São Luís. Se a fachada já impressiona, o interior da igreja é ainda mais bonito.

A igreja é bem iluminada e bem clara.

O altar todo em ouro chama a atenção, mas a pintura no teto com tons suaves também tem seu lugar.

Bem diferente das igrejas de Minas Gerais que são um exagero só de ouro!

Catedral de Nossa Senhora da Vitória em meados do século XX em São Luís do Maranhão no início do século XX em São Luís do Maranhão

Catedral de Nossa Senhora da Vitória em meados do século XX em São Luís do Maranhão no início do século XX em São Luís do Maranhão

A maior riqueza e destaque da Catedral é o altar-mor em talha dourada do século XVII, elaborado com mão de obra indígena.

É um dos melhores exemplares da época do Brasil Colônia. Foi tombado pelo IPHAN em 1954.

A diocese de São Luís do Maranhão foi criada em 1677, abrangendo desde o Ceará até o Cabo Norte (Amapá), sendo à época dependente do Patriarcado de Lisboa. Nos inícios da diocese, a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Vitória foi utilizada como Sé.

O edifício da atual Sé Catedral não foi inicialmente construído com o objetivo de ser sede catedralícia.

Em 1622, os padres jesuítas Luís Figueira e Benedito Amodei iniciaram a construção do Colégio e da Igreja de Nossa Senhora da Luz, em um local no qual fora erguida uma ermida por capuchinhos franceses na época da França Equinocial.

Alter da Igreja da Sé - São Luis do Maranhão

Alter da Igreja da Sé

Em 1690, teve início uma nova construção, projetada pelo jesuíta João Felipe Bettendorf, levantada com mão-de-obra indígena e inaugurada em 1699.

Ao lado da igreja localizava-se o Colégio Jesuíta, um grande centro cultural da região. Em 1760, sua livraria possuía 5000 volumes.

O altar-mor constitui um das melhores obras de talha existentes em São Luís. Datado de 1699, ele foi pensado pelo padre Felipe Bettendorf e talhado pelo português Manoel Mansos.

O altar-mor constitui um das melhores obras de talha existentes em São Luís, todo construído em madeira policromada, com 10m de altura, 7,5m de largura e 3,1m de profundidade.

O altar foi completamente higienizado para a retirada de cupins e qualquer outro inseto. Ele recebeu uma iluminação artística e todas as imagens foram restauradas.

Museu – Outra novidade no conjunto arquitetônico é a instalação do Museu de Arte Sacra no Palácio Arquiepiscopal.

O museu funcionava anteriormente em prédio anexo ao Museu Histórico e Artístico do Maranhão e agora será reinaugurado com uma exposição mais contextualizada e atrativa.

Todas as peças do acervo foram restauradas e receberam verbetes informativos que deixará a visitação mais completa. A exposição está dividida em 13 salas que contam também um pouco da história religiosa e sua importância na construção do Maranhão.

Ao todo 400 peças serão expostas. As obras têm proteção total, sendo cobertas com cúpulas de vidro temperado à prova de balas, ou ficando por trás de vitrines. Um elevador também foi instalado no local para garantir a acessibilidade.

O espaço foi cedido pela igreja por 30 anos.

Guia de Turismo e Viagem de São Luís do Maranhão

 
 

Deixe uma resposta