mergulhoPontos de Mergulho na Bahia Cabrália, Camaçari, Caravelas, Itacaré, Morro de São Paulo, Porto Seguro,  Salvador e Abrolhos.

Salvador, capital do Estado da Bahia. Lá seus viajantes irão se entreter com praias belíssimas, museus, casarios e igrejas barrocas dos século XVI, XVII e XVIII. Além de todos estes predicados, a cidade possui uma das mais modernas infra-estruturas hoteleiras do Brasil.

A cidade que possui características singulares, tornou-se também um dos principais destinos turísticos internacionais. Famosa pela sua história, pelo legado deixado por povos de outros continentes, pela miscigenação cultural, pelo sincretismo religioso e pelo povo hospitaleiro.

Até 1763, Salvador sediou a capital da Coroa Portuguesa nas Américas, destacando-se, além disso, como o principal porto do hemisfério sul até o século XVIII. A natureza foi pródiga na criação das suas belezas ao longo de 50 quilômetros de praias e parques ecológicos.

Quanto aos mergulhos, Salvador possui diversos pontos para todos os níveis e gostos. Com água clara e sempre quente, o mar local é muito rico em vida marinha e em naufrágios.

Pontos de mergulho em Salvador da Bahia:

Banco da Panela

Considerado um sítio arqueológico devido à grande quantidade de naufrágios provenientes das batalhas do século XVII, está localizada na entrada do Porto de Salvador, a 200m do Forte São Marcelo. Com profundidades variando de 5 a 18m, tendo um excelente drift no local.

Beirada do Badejo

Excelente ponto para um pequeno drift, devido ao declive do relevo submarino, e com diversas espécies marinhas habitando o local, como o badejo quadrado e diversos tipos de corais. A profundidade gira em torno dos 10 aos 15m, estando  próximo ao Iate Clube.

Caramuanas

Caramuanas é considerado um dos melhores pontos de mergulho, onde encontramos grandes formações de corais, com uma profundidades variando entre 2 e 30m. Está localizado a 40 min. de barco, partindo da Ilha de Itaparica.

Ilha dos Frades

Com profundidades variando entre os 5 e 15m, mergulha-se em torno da ilha, onde é possível apreciar uma vida marinha bastante variada.

Jequiriçá

Parecido com Caramuanas, possui profundidades variando de 1 a 30m. Localizado a 3 horas de barco, partindo da ilha de Itaparica.

Mar Azul

Distante quase 50km do Porto da Barra em sentido sudeste, Mar Azul, é na verdade um ponto em pleno mar aberto, onde as profundidades chegam a ser abissais, giando em torno dos 1.000m. Muitos peixes de passagem são encontrados, e uma água sempre cristalina, sendo um mergulho aconselhável apenas para os mergulhadores experientes.

Quebramar Norte

Foi contruído com o intuito de proteger o Porto de Salvador. Este recife artificial é um excelente ponto de mergulho. Em toda a sua extensão observam-se recifes de corais, esponjas e grande diversidade marinha (budiões, ciliares, cavalos marinhos, camarões palhaços).

Durante a noite, encontra-se lagostas, lulas, peixes trombetas, peixes cofres dentre outros. Profundidade de 2m e visibilidade de 5 aos 10m.

Quebramar Sul

Profundidade entre 5 e 12m, podendo-se mergulhar tanto do lado de fora onde o fundo é de areia, quanto do lado de dentro, mais abrigado e onde o fundo é de lama. Observa-se nesse mergulho, diversas formações de corais, esponjas, muitos peixes (ciliares, maria preta, peixe cofre, salema), e à noite, muitas lagostas, lulas e camarões se fazem presentes.

Paredes

São formações rochosas recobertas de corais paralelas ao Canal da BTS (Bahia de Todos os Santos). A profundidade varia de 20m e 60m. Os platôs dos 20m servem de local de fundeio de diversos navios, já que o Porto de Salvador não comporta todos os navios.

A extensão das paredes é imensa e a todo momento novos pontos são encontrados por lá. Nas paredes realizam-se mergulhos utilizando carretilhas para um retorno seguro ao ponto de origem, ou se a maré estiver de enchente, é possível programar um drift. Nas bordas das paredes a vida é abundante e os peixes são grandes.

Ilha dos Frades

Com apenas 6 km de extensão e situada praticamente no centro da Baía de Todos os Santos, a Ilha dos Frades apresenta paisagens lindíssimas, apesar de ser uma das menores ilhas da Baía. Segunda a lenda, a ilha recebeu este nome depois que os índios tupinambás assassinaram dois frades, que foram para a ilha com o objetivo de catequizá-los.

Considerada reserva ecológica desde 1982, possui a forma de uma estrela de 15 pontas e apresenta belas praias, coqueirais, montanhas, lagos, cachoeiras e uma vegetação típica da Mata Atlântica, com a existência de árvores nativas, inclusive o pau-brasil.

O Mergulho na Ilha dos Frades a partir de Salvador é um passeio para toda a família, normalmente utilizam-se embarcações grandes tipo escuna, com 2hs de navegação. Durante a travessia, se têm uma belíssima vista de várias outras ilhas da Baía de Todos os Santos.

Os pontos de mergulho são recobertos de recifes de corais e muita vida. Profundidade de 5 e 15m e visibilidade entre 10 e 15m. Após os mergulhos, é possivel desenbarcar na Praia de Ponta de Nossa Senhora.

A Praia da Ponta de Nossa Senhora está situada no norte da ilha, entre o Outeiro dos Carneiros e o Morro de Nossa Senhora de Guadalupe. É uma das praias mais procuradas da Ilha dos Frades, por suas águas calmas, mornas e cristalinas, excelentes para o banho de mar, a pesca, o mergulho e outros esportes náuticos.

Dispõe também, de barracas de praia, que garantem o conforto do turista, servindo frutos do mar e pescados, além de disponibilizar chuveiros para o banho de água doce.

Abrolhos

Distante 75Km da costa e formado por um conjunto maciço de corais, Santa Bárbara, Siriba, Redonda, Guarita e Sueste, estão distantes de 3 a 6 horas de barco.

São 490Km² de origem vulcânica, formam a Dorsal Mediana do Atlântico, sendo uma cadeia de montanhas submersas que dividem ao meio o Oceano Atlântico e que se alonga da Antártida até o Ártico, com uma extensão de mais de 15.000km, com uma base a 4 mil metros de profundidade.

Abrolhos possui uma extensa fauna ambiental, que é protegida desde a criação do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos em 6 de abril de 1983, pelo Decreto Federal nº 88.218 e considerado pela ONU como um dos 12 parques mais importantes do mundo.

São encontrados uma grande variedade de peixes, chapeirões, seres marinhos, naufrágios como o  Rosalinda, Guadiana e Santa Catharina, além dos corais cérebros Mussimilia brasiliensis, totalizando 19 tipos de corais e 95 tipos de peixes, e um clima sempre quente (de 20 aos 28 ºC).

Os parcéis, a noroeste de Santa bárbara, são formações coralíneas que chegam a alcançar a superfície. Entre as ilhas Sueste e Redonda, é possível esbarrar com barracudas e grandes peixes de passagem.

Os mergulhos são bastante confortáveis e grandes atrações, como as baleias Jubarte, que chegam para o acasalamento e amamentação de seus filhotes nos meses de julho à novembro, provenientes da Antártida, a procura de águas mais quentes.

Em alguns pontos, deve-se tomar cuidado com a suspensão do fundo, pois este, é composto de uma areia muito fina e é comum que mergulhadores iniciantes levantarem suspensão em excesso. Os mergulhos são realizados à uma profundidade variando entre 3 e 40m, e com visibilidade entre os 10 e 30m.

O único incoveniente, é o fato dos visitantes estarem 24h dependendo do barco para tomar banho, domir e etc, pois as ilhas não possuem infraestrutura além de não ser permitido o desembarque na ilha principal sem autorização da Marinha.

Como operadora, a Apecatu Expedições é a melhor indicação de live aboard em Abrolhos.

Arraial D’Ajuda

Com apenas 10 ou 15min de navegagação em uma voadeira, chega-se a diversos pontos de mergulho. A região é dotada de diversos bancos de corais, peixes ornamentais e de passagem, locais com profundidades rasas, sendo excelentes para mergulhadores Open Water (Básico).

Além disso, para quem gosta de naufrágio, há um cargueiro que naufragou em 1980 e que se chama Castor, estando aos 16m de profundidade, com 80m de comprimento, e uma vida marinha abundante, com diversos tipos de corais, situado em frente a Praia de Coroa Vernelha, bem próximo à costa.

Os pontos mais visitados, são os Chapeirões de Corais ao sul da Praia de Pitinga, em Arraial d’Ajuda, onde encontramos bastante vida marinha e um colorido de corais variados, estando todos próximos da costa, onde podemos chegar em pouco mais que 10 a 20min de navegação mergulhando em profundidades que variam entre os 10 aos 18 metros.

Cabrália ou Santa Cruz Cabrália

É considerada por muitos, como o local do descobrimento do Brasil, ao invés de Porto Seguro. Existem rumores de que esta área fora o local onde os portugueses teriam chegado em 1500.

O mergulho em si, é muito compensador, com grandes corais e muitos peixes de passagem como olho de boi.

Para os amantes de naufrágios, pode-se mergulhar no Castor tomando alguns cuidados devido a água ser um pouco escura.

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

 
 

Deixe uma resposta

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: