Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Costa dos Coqueiros / A maior atração Jandaíra é o Distrito de Mangue Seco na Bahia

 
Mangue Seco em Jandaíra na Bahia

Mangue Seco

Jandaíra é um município no extremo norte da Bahia situado na divisa com o Estado de Sergipe, que é separada deste Estado pelo Rio Real.

Jandaíra tem um belo litoral, com coqueirais, dunas e praias de águas mornas.

O Rio Real, que banha o município na divisa com Sergipe, é uma boa opção para esportes náuticos.

Tem também a localidade histórica de Abadia, a Cachoeira do Itanhi e a Fonte da Garunga em uma gruta cercada por mata atlântica.

Dunas de Mangue Seco em Jandaíra

Dunas de Mangue Seco

A principal atração do município é Mangue Seco. As dunas chegam 35 metros de altura e existem operadoras de turismo que oferecem passeios de bugre.

A beleza do local foi bem retratada na novela “Tieta”, veiculada pela rede Globo e inspirada no romance “Tieta do Agreste”, de Jorge Amado.

Esta produção incentivou ainda mais o turismo no local, quando o Brasil passou a conhecer toda a beleza do lugar, que resguarda numerosas dunas e paisagens primitivas de rios e mar.

As opções de lazer são variadas, com programas que satisfazem desde os surfistas, que nas praias da região encontram picos de grandes ondas, até os pescadores, que nas águas calmas dos rios conseguem fisgar os mais variados peixes.

Dentre eles estão arraias, cações e carapebas, além do peixe-boi, espécie rara, geralmente encontrada no rio Amazonas, que nas águas calmas do Rio Fundo, mais um dos vários rios que cortam Mangue Seco, encontrou um habitat propício para se reproduzir.

O Rio Real também merece destaque.

Suas águas, um pouco salgadas, lembram as águas do mar e são uma verdadeira surpresa para os desavisados. A salinidade diverte os banhistas com a facilidade de, simplesmente, boiar e relaxar ao sabor do rio.

Dunas Mangue Seco em Jandaíra na Bahia

Dunas Mangue Seco em Jandaíra

O vilarejo fica entre a foz do Rio Real – que dia a dia vai escavando suas margens – e as imensas dunas que se movem com o vento e avançam querendo encobrir tudo.

A dificuldade do acesso – exclusivamente de barco, através do Rio Real – é o que torna Mangue Seco mais atraente e a mantém naturalmente rústica.

As poucas ruas são cobertas de areia fina e macia. À noite, crianças ainda brincam de roda e de esconde-esconde, enquanto os visitantes ouvem histórias antigas, contadas por pescadores ou, ainda, participam de serenatas junto à população nativa.

Pouco iluminada, a vila oferece uma noite estrelada, com beleza extraordinária nos períodos de lua cheia.

A paisagem, que sempre é deslumbrante, ganha um atrativo a mais quando o reflexo da lua se intensifica nas águas dos rios que cercam a região. Em posição privilegiada, na baía de Estância, Mangue Seco testemunha o encontro dos rios Real, Piauí, Fundo, Guararema, Priapu e Saguí com o Oceano Atlântico.

Mangue Seco no litoral da Bahia

Mangue Seco

A mistura de água doce e salgada propicia a formação de extensas áreas de mangue e, conseqüentemente, a fartura de frutos do mar.

Na praia de rio, os coqueiros se debruçam, curvando o tronco sobre as águas. Por toda a margem, espalham-se pousadas, bares, restaurantes e casas de pescadores, criando uma boa estrutura de apoio para os turistas.

O Município de Jandaíra é o segundo produtor baiano de coco-da-baía e possui produção expressiva de Maracujá.

As terras do atual Município pertenciam à sesmaria doada, em 1573, ao Governador-Geral, D. Luís de Brito e Almeida.

No século XVII foi erguida a Capela de Nossa Senhora de Abadia e em torno desta surgiu um povoado que foi elevado à Distrito em 1718 e a Município em 1728, denominado Vila de Abadia.

Veja o mapa Costa dos Coqueiros

Em 1880, a sede foi transferida para o arraial da Cachoeira, recebendo, o Município, o nome de Cachoeira da Abadia.

Em 1927 o Município passou a denominar-se Jandaíra. Em 1931, é extinto e anexado a Rio Real. Restaurado em 1933.

Mais uma vez extinto, em 1943, e finalmente, reestabelecido em 1944 e sua sede, elevada à Cidade.

Praias em Jandaíra

Praia de Mangue Seco em Jandaíra na Bahia

Praia de Mangue Seco

Praia do Mangue Seco

A praia do Mangue Seco em Jandaíra tomou-se famosa por causa da gravação lá, em 1989, de alguns capítulos da novela Tieta, baseada no romance ‘Tieta do Agreste”, de Jorge Amado.

Mas o lugar merece a fama: são mais de 30 km de belas praias, em grande parte desertas, com muitos lugares para camping selvagem.

Há dunas de areia muito branca, coqueiros, restingas e manguezais. As dunas, em constante movimento por causa do vento, engolem coqueirais e ameaçam casas, igreja e praças do vilarejo local: ao mesmo tempo servem para o “esqui de areia”, praticado pelos nativos com talas de coqueiros.

A praia do Mangue Seco em Jandaíra em  fica a 1,5 km do povoado de Jandaíra  (durante a temporada há tratores com uma pequena carreta que fazem o percurso, mas pode-se também ir a pé).

Ela é reta, com areia branca e solta e ondas fortes.

Na orla há algumas barraquinhas que vendem peixe frito. Perto do vilarejo – que fica entre o estuário do Rio Real e o Oceano Atlântico – há um navio naufragado.

A melhor forma de se chegar lá ainda é via Estado de Sergipe.

Vindo do Sul, passando pela Linha Verde (a nova e bonita estrada baiana que vai da Praia do Forte até Itanhi, na divisa com Sergipe), segue-se até lndiaroba.

Depois, desvia-se à direita para Pontal (12 km de estrada de terra razoável). Os carros ficam estacionados em Pontal e toma-se um barco para cruzar o Rio Real e chegar a Mangue Seco (20′ a 40’ de travessia). Há ônibus que chegam a Pontal partindo de Estância (SE).

Praia do Coqueiro e Praia Costa Azul 

Praia do Coqueiro e Praia Costa Azul em Jandaíra são cobertas com areia fina e branca, emolduradas por coqueiros e dunas pequenas. Suas águas claras de cor azulada são o habitat natural de diversos peixes como robalos, cações, arraias. Acesso pela praia, de bugue.

Pousadas em Jandaíra

A Pousada Fantasias do Agreste possui uma equipe treinada e orientada para um atendimento diferenciado e qualificado. A pousada Fantasias do Agreste possui 18 suítes, com ar condicionado, decoradas e equipadas com o requinte que você merece.

Apesar de está na Terra de Tieta do Agreste. Mangue Seco surpreende por sua beleza e peculiaridades, não é a toa que ali Jorge Amado sentou e escreveu um de seus mais lindos livros.

Quartos decorados em estilo rústico, espaçosos e aconchegantes, projetados para proporcionar todo conforto e privacidade que você precisa. Ambiente agradável e acolhedor, aqui você vai sentir-se em casa.

A Pousada O Forte oferece todo o conforto e tranqüilidade que você e sua família procuram. À beira do Rio Real e a 10 minutos da praia possui chalés confortáveis com ar-condicionado, T.V., frigobar, varanda com rede e café da manhã.

Oferece ainda serviço de bar e restaurante, excursões de pesca pelo Rio Real, caiaques e muito mais na terra de “Tieta”. Então faça já a sua reserva e venha desfrutar deste paraíso conosco!

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: