Home / Bahia e Salvador Guia de Turismo / Baía de Todos os Santos / Ilha de Maré é coberta por bananais e cercada de praias e mangues

 

Ilha da Mare na BahiaIlha de Maré na Baía de Todos os Santos é coberta por bananais e cercada de praias e mangues, ela tem dois povoados principais: Santana e Praia Grande.

Neles vivem rendeiras (de bilro) e homens que se dedicam à pesca de rede (em coloridas canoas) ou ao artesanato com bambu.

Uma das mais visitadas pelas escunas que fazem o passeio na Baía de Todos os Santos, tem 12 povoados distribuídos em quase 14 km2, e integra o município de Salvador, muito embora esteja bem mais próxima dos municípios de Candeias e Madre de Deus.

Veja o mapa da Baía de Todos os Santos

A Ilha de Maré é famosa pelo seu artesanato em renda de bilro e seu doce de banana na palha. É um local ainda primitivo com belas praias e vilas de casinhas à beira-mar. A vegetação é densa, com vasta extensão de Mata Atlântica, mangueiras, coqueiros e a cana brava, que serve de matéria-prima para o artesanato de cestaria.

Os três maiores povoados – Santana, Itamoabo e Praia Grande – são também as melhores praias. Em todas, porém, há presença de pedras e mangues. A praia das Neves, com aproximadamente 300 m de extensão, tem águas límpidas, mar calmo e vegetação ao longo da costa.

Entre os atrativos culturais estão as igrejas de Senhora Santana, do século XIX, e a igreja Nossa Senhora das Neves, construída pelo padre Bartolomeu Pires no século XVI. Os passeios na ilha podem ser feitos através de um meio de transporte inusitado, o jegue, a forma mais comum de locomoção da ilha, onde não existem veículos automotores.

O “jeguetour” é uma atração especial para os que buscam um contato mais íntimo com a natureza e com uma cultura centenária.

Na verdade, parece que a Ilha de Maré é um pedacinho do planeta que foi esquecido pelo tempo. Apesar da proximidade com Salvador – 30 minutos de barco – o povo dessa ilha cultiva hábitos antigos e vive basicamente da pesca e do artesanato.

Praia de Itamoabo – meninos “nativos” esperam pelos visitantes com uma refrescante água de coco e os jegues para levar os turistas durante o passeio.

Vila de Santana – aí estão as famosas rendeiras de bilro, que dão um show de habilidade com as mãos ao tecerem finíssimas toalhas que fazem muito sucesso.

Povoado de Praia Grande – até hoje se pode encontrar descendentes de escravos que se comunicam através de estranhos dialetos africanos.

Nesse local, estão os artesãos que utilizam a palha e a cana brava para a confecção de cestos e artesanato variado, também de rica criatividade e beleza. É neste povoado que é vendido o delicioso doce de banana na palha, típico da Ilha de Maré.

Praia das Neves – trilha tropical, banho de mar e esportes.

Dica: a ilha possui opção de almoço nas barracas da praia de desembarque.

Chegar: Para chegar até a Ilha de Maré é necessário ir de carro ou ônibus (nos Terminais da Lapa, Campo Grande, França e Calçada) pela Av. Suburbana até o Terminal Marítimo de São Tomé de Paripe , de onde partem barcos diariamente de 20 em 20 min, até as praias de Itamoabo, Botelho, Praia Grande e Santana.

Até São Tomé de Paripe são 50km. Se estiver de barco/escuna/veleiro partindo de Salvador são aproximadamente 30 min.

Ilha de Maré é coberta por bananais e cercada de praias e mangues.

Bahia.ws é o maior guia de turismo e viagem da Bahia e Salvador.

Summary
Ilha de Maré é coberta por bananais e cercada de praias e mangues
Title
Ilha de Maré é coberta por bananais e cercada de praias e mangues
Description

Ilha de Maré é uma das mais visitadas pelas escunas que fazem o passeio na Baía de Todos os Santos e é famosa pelo seu artesanato em renda de bilro.

 
Share this page
 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

 
 
 
%d blogueiros gostam disto: