Roteiro de 5 dias por Alagoas- Principais pontos turísticos

Praia do Francês em Marechal Deodoro
Praia do Francês em Marechal Deodoro

Cada vez mais turistas de todas as partes do Brasil e do exterior procuram o estado de Alagoas devido suas belíssimas praias, com águas de cor azul e verde, piscinas naturais, corais, galés, coqueirais e muitas belezas naturais.

São muitas praias espalhadas pelo estado de Alagoas, mas cada uma com seu charme e sua beleza, não é à toa que algumas praias são conhecidas como Caribe brasileiro.

Alagoas ainda possui cidades com grande valor histórico, grandes construções, igrejas, casas e outras edificações antigas, um exemplo é Marechal Deodoro e Penedo.

A gastronomia do estado é rica em pratos feitos a base de frutos do mar e das lagoas, com muitos camarões, ostras e peixes. Fica difícil de resistir a essas delicias.

Mas para quem não gosta, os restaurantes da cidade também oferecem outras opções da culinária regional ou internacional que conquistam o paladar dos turistas que vem conhecer a região.

Roteiro de 5 dias por Alagoas

Para quem quer aproveitar a viagem a Alagoas e fazer um passeio diferente, pode optar por conhecer os Caminhos de São Francisco, onde é possível navegar com barcos pelo Velho Chico, apreciar as paisagens, paredões, grutas e formações rochosas imensas. Um passeio que vai ficar na memória.

Mapa do Litoral Norte de Alagoas
Mapa do Litoral Norte de Alagoas

Roteiro de 5 dias por Alagoas

Primeiro dia – Praia do Gunga em Barra de São Miguel

Praia do Gunga em Barra de São Miguel
Praia do Gunga em Barra de São Miguel

Não são poucos os turistas que conhecem Barra de São Miguel somente como ponto de embarque para a praia do Gunga.

O que eles não sabem é que a pequenina cidade, a 30 km de maceió, abriga um dos balneários preferidos da elite alagoana, com uma bela praia de piscinas naturais na maré baixa e ondas fortes na alta.

As boas formações, aliás, fazem de São Miguel cenário constante de campeonatos regionais de surf.

Um dos passeios mais concorridos é o de barco, que leva à praia do Gunga e à lagoa do Roteiro, passando por ilhotas, manguezais e barreiras de recifes.

Praia do Gunga, um dos cartões-postais de Alagoas salpicado de coqueirais e areias finas, fica na área de uma fazenda de coco, no encontro do mar com a lagoa.

Muitos barzinhos espalham-se pela orla – na alta estação, costumam lotar com as excursões vindas de Maceió. Neste caso, basta caminhar um pouco para encontrar uma faixa de areia quase vazia.

Também na praia de São Miguel é comum a presença de ônibus fretados nos finais de semana. A turma toma conta da área que concentra bares e quiosques.

Para fugir do burburinho, siga para o trecho em frente às residências, que é menos concorrido. Na hora do jantar, circule pelas pizzarias, tapiocarias e sanduicherias que se espalham pelo centro e pela Vila Niquin. Ou siga para os resorts, que têm restaurantes abertos ao público.

A praia do Gunga tem águas calmas e cristalinas, protegidas por barreiras de corais, fazem a fama de Barra de São Miguel. O movimento é intenso no verão e nos finais de semana tanto na praia que dá nome à vila quanto na bela praia do Gunga. Para relaxar, tente ir durante a semana!

Segundo dia – Praia do Francês em Marechal Deodoro

Praia do Francês em Marechal Deodoro
Praia do Francês em Marechal Deodoro

Praia do Francês se torna um dos maiores destinos turísticos de Alagoas.

Em Marechal Deodoro, a Praia do Francês é uma das regiões que mais vem crescendo nos últimos anos.

Com a vinda do verão e as festividades de final de ano, a expectativa é de que o Francês seja, mais uma vez, o grande atrativo.  

A Praia do Francês se destaca por suas piscinas naturais, quentes e relaxantes, e também por dispor de uma área mais selvagem, conhecida como “espaço dos surfistas”, por dispor de grandes ondas e bares mais badalados.

O que vem chamando a atenção são as noites no balneário, que a cada final de semana conta com diversas atrações musicais e novos pontos culinários.

Terceiro dia – Maragogi

Maragogi, que ficou conhecida como Caribe Brasileiro, é um pólo turístico que fica entre Maceió e Recife.

As belezas naturais da região são ideais para descansar em um resort com estrutura à beira-mar.

Se você gosta de sol, praia e ficou com vontade de conhecer a região, veja abaixo alguns motivos que te farão entender porque Maragogi é considerado o Caribe Brasileiro.

Piscinas Naturais

Os recifes de corais de Maragogi formam piscinas naturais, conhecidas na região como Galés, ideais para mergulhar e observar a grande diversidade de peixes, corais, conchas e ouriços. Por conta desses recifes, a área é de preservação ambiental.

As piscinas naturais são a grande atração de Maragogi, ficando a cerca de 5 km da costa, sendo possível chegar por meio de lanchas que saem da praia. É um passeio que dura em média 20 minutos.

As praias e o mar de águas cristalinas

As águas azuis-turquesa cristalinas e rasas de Maragogi combinadas com a areia fofa e branca das belas e paradisíacas praias encantam pessoas de todos os gostos. O mar do Caribe Brasileiro é tranquilo e a região é cercada de coqueiros.

Maragogi é composta pelas seguintes praias: São Bento, Praia do Camacho, Praia de Maragogi, Praia de Barra Grande, Praia de Japaratinga, Praia do Antunes, Praia do Dourado, Praia de Ponta de Mangue e Praia de Peroba. Entre elas, destaca-se a Praia do Antunes e suas falésias coloridas.

Quarto dia – São Miguel dos Milagres

São Miguel dos Milagres: rota ecológica guarda água caribenha, fonte ‘milagrosa’ e passeio com peixes-boi

O Descubra o Brasil foi até São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras – duas estrelas da rota. Lá, destaque para a Praia de Lages e sua água de coloração ímpar.

São Miguel dos Milagres em Alagoas

A Rota Ecológica dos Milagres une uma trinca que vem atraindo muitos turistas a cidadezinhas do litoral norte de Alagoas: água caribenha, fé e preservação da natureza.

São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras sao duas estrelas da rota.

Lá, destaque para a Praia de Lages e sua água de coloração ímpar. Na Praia do Patacho, o mar é calmo, a água é quente e o entardecer faz do oceano um espelho.

Na ecologia, o Santuário do Peixe-Boi, localizado no Rio Tatuamunha, acontece o encontro do turista com a natureza: mergulho no rio, passeio pelo manguezal e alguma interação com os mamíferos. Pela rota, há trabalhos de preservação de mata nativa e reflorestamento.

Quando o assunto é fé, a lenda fica por conta de uma história contada pelos nativos que envolve uma imagem de São Miguel Arcanjo, um pescador doente e uma fonte subterrânea que jorra água 24 horas.

É preciso, no entanto, ficar atento ao que diz a tábua de marés: dependendo da altura do mar em determinado dia, não é possível fazer o passeio das piscinas naturais de Milagres.

Os motivos? A segurança dos banhistas, a preservação dos corais espalhados pelas piscinas e a qualidade do passeio. Com maré alta, o efeito das águas transparentes não é o mesmo que em dias de maré beirando 00 milímetros.

Quinto dia – Maceió

Maceió, a capital alagoana, reserva ótimas praias urbanas com águas claras e mornas. Sua orla é considerada uma das mais belas do Brasil, abrigando uma enorme ciclovia que percorre boa parte dos 40 quilômetros de litoral que banham a cidade.

O centro histórico da cidade  de Maceió é um ótimo lugar para conhecer um pouco mais do passado e cultura alagoana, que foi cenário importante na época da colonização, quando Portugal e Holanda exploravam terras tupiniquins. Igrejas e casarões históricos com estilos arquitetônicos variados podem ser vistos nas ruas do centro e no bairro histórico do Jaraguá, uma zona boêmia com construções do século 19.

É na Praia de Jatiúca que está o pólo gastronômico da cidade, restaurantes de diversas especialidades que vão de comida típica regional, passando por restaurantes franceses e japoneses encontrados por todo o bairro. Uma das opções que oferece uma grande variedade de comida nordestina em um ambiente temático é o restaurante Bodega do Sertão, um dos mais famosos da cidade.

O destaque da praia de Pajuçara são as piscinas naturais localizadas a poucos minutos mar adentro. As águas claras em tons esverdeados de Maceió também são tão belas quanto as praias do norte e sul do estado alagoano.

Diversas agências de turismo na capital oferecem passeios para municípios e praias espalhadas por todo estado, como as cidades de Barra de São Miguel e Marechal Deodoro, a cidade histórica de Penedo e o tranquilo município de São Miguel dos Milagres ao norte do estado.

O que fazer em Maceió

Passeio das Nove Ilhas

O passeio de barco na Lagoa Mundaú e Manguaba é um dos passeios mais inesquecíveis de Maceió.  

No bairro Pontal da Barra, é possível realizar o ‘Passeio das Nove ilhas’, com barcos típicos que navegam em um arquipélago localizado na Lagoa Mundaú. Das nove ilhas, oito delas ficam na capital alagoana e uma em Marechal Deodoro, no município vizinho.

Feira de artesanato de Pajuçara
Feira de artesanato de Pajuçara em Maceió
Feira de artesanato de Pajuçara em Maceió

A Feira de Artesanato de Pajuçara grande estrutura com dezenas de lojinhas de souvenirs à beira mar chama atenção dos turistas e moradores que passam pela região da orla. A feira acontece na Av. Dr. Antônio Gouvêia, na Praia de Pajuçara.

Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore
Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore em Maceió
Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore em Maceió

O grande acervo de arte popular existente no museu foi doado pelo patrono Théo Brandão. Para homenageá-lo, a instituição recebeu o nome de Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore da Universidade Federal de Alagoas.

Peças de países como a Espanha, Portugal, México, além de obras brasileiras constituem o acervo do museu que está localizado na Avenida da Paz.

Museu do Comércio de Alagoas
Museu do Comércio de Alagoas em Maceió
Museu do Comércio de Alagoas em Maceió

Localizado no bairro de Jaraguá, parte histórica de Maceió o Museu do Comércio de Alagoas abriga os museus do Comércio de Alagoas e da Tecnologia do século 20 com diversas informações sobre a evolução dos meios de comunicação, desde as mídias impressas pela tipografia até os primeiros computadores pessoais.

Memorial Teotônio Vilela
Memorial Teotônio Vilela em Maceió
Memorial Teotônio Vilela em Maceió

Biblioteca e acervo do senador da anistia, o alagoano Teotônio Vilela. Av. Dr. Antônio Gouveia, S/N – Pajuçara.

Memorial da República

Um espaço no qual as pessoas podem saber um pouco mais da história da República e conferir exposições itinerantes.

Palácio Floriano Peixoto
Palácio Floriano Peixoto em Maceió
Palácio Floriano Peixoto em Maceió

Constituído basicamente do peças imobiliárias dos séculos XIX e XX, o MUPA reúne prataria, cristais e objetos decorativos, além de obras de artistas alagoanos, como Luís Silva, Miguel Torres, Lourenço Peixoto e, em destaque as telas do pintor Rosalvo Alexandrino de Caldas Ribeiro, nascido em Marechal Deodoro.

Mirante Ambrózio Lira
Mirante Ambrózio Lira em Maceió
Mirante Ambrózio Lira em Maceió

Localizado na Rua Ambrósio Lira, bairro do Farol, entre as Ladeiras do Brito e dos Martírios. Por ele, observa-se o mar da Praia da Avenida e todo o resto da costa que vai até o Pontal da Barra e o Centro da cidade de Maceió.

Guia de Turismo de Alagoas e Nordeste

Leave a Comment

You have to agree to the comment policy.

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.